Topo

Esporte

Decisão da Supercopa entre Boca e River terá forte esquema de segurança

14/03/2018 15h48

Buenos Aires, 14 mar (EFE).- Cerca de 1.500 agentes participarão na noite desta quarta-feira do esquema de segurança para a decisão da Supercopa da Argentina entre Boca Juniors e River Plate, que será disputada em Mendoza, com público de 40 mil pessoas.

A operação será realizada por 1.000 agentes da polícia de Mendoza, 100 da Gendarmaria, 60 da polícia federal e 350 seguranças particulares contratados pelos clubes.

"Hoje é um dia especial, será disputada uma partida apaixonante que é outra final entre Boca e River. O importante é que hoje daremos demonstrações de como nos comportamos. Que não haja violência, porque a violência não leva a nada positivo. Temos que conviver respeitosamente", disse em entrevista coletiva hoje o presidente da Argentina, Mauricio Macri.

Além disso, Macri informou que o Ministério de Segurança utilizará no jogo de hoje um sistema de reconhecimento facial para controlar a entrada dos torcedores no estádio.

Desde 2016, os torcedores argentinos devem apresentar o Documento Nacional de Identidade para entrar nos estádios, mas na partida de hoje será realizado um controle duplo com o uso do sistema facial.

Ao contrário do que ocorre no Campeonato Argentino, no qual os clássicos são jogados com torcida única, torcedores dos dois times poderão assistir à decisão.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte