Topo

Esporte

Donnarumma falha, Arsenal vence de novo e elimina Milan na Liga Europa

15/03/2018 18h58

Londres, 15 mar (EFE).- Com a vantagem de ter vencido o jogo de ida por 2 a 0 na Itália, o Arsenal contou com uma falha determinante do goleiro adversário, voltou a derrotar o Milan nesta quinta-feira, desta vez por 3 a 1, no Emirates Stadium, e se classificou para as quartas de final da Liga Europa.

A equipe 'rossonera' até saiu à frente em frente na partida disputada em Londres, com bonito gol de Çalhanoglu, mas levou a virada. Welbeck igualou e, em um momento no qual o time de Milão era melhor, Xhaka desempatou graças à colaboração de Donnarumma. Welbeck ainda fez outro e jogou a última pá de cal.

Vice-campeão da Copa da Liga Inglesa, fora da Copa da Inglaterra e apenas em quinto lugar no Campeonato Inglês, os comandados de Arsene Wenger veem na Liga Europa a última chance de título na temporada. Eles esperam agora o sorteio desta sexta-feira para saberem o próximo adversário na competição continental.

O Arsenal jamais foi eliminado no mata-mata de uma competição europeia depois de ter vencido por dois ou mais gols de diferença fora de casa na ida. Mesmo assim, a torcida 'rossonera' manteve a esperança e a aumentou aos 35 minutos do primeiro tempo, quando abriu o placar. Çalhanoglu teve espaço pela esquerda, arriscou de fora da área e acertou uma bomba no canto, fazendo 1 a 0.

A alegria dos visitantes, entretanto, durou apenas três minutos, tempo de que os 'Gunners' precisaram para empatar. Mkhitaryan tocou na área para Welbeck, que foi derrubado na área por Ricardo Rodríguez. O árbitro marcou pênalti, que o próprio centroavante inglês cobrou e converteu.

O time da casa aproveitou o embalo e exerceu uma pressão antes do intervalo. Na melhor chance nesse período, aos 46 minutos, Ramsey bateu de longe e obrigou Donnarumma a fazer grande intervenção.

O panorama não mudou no começo da etapa final, e o jovem goleiro italiano continuou aparecendo bem. Mas aos poucos o Milan foi se soltando em busca dos dois gols de que precisava. Aos 14, André Silva preparou e Cutrone, de voleio, mandou em tiro de meta.

Bem no jogo até então, Donnarumma falhou feio aos 25 minutos e praticamente definiu a classificação do Arsenal. Xhaka chutou de longe, o goleiro espalmou mal e colocou a bola para dentro do próprio gol.

Ainda houve tempo para o terceiro do time londrino. No contra-ataque pela esquerda, Wilshere cruzou, Ramsey cabeceou e o goleiro italiano fez linda defesa, mas o rebote ficou limpo para Welbeck, que não perdoou e marcou seu segundo no jogo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte