Topo

Esporte

Campeão mundial em 1978, René Houseman morre aos 64 anos na Argentina

22/03/2018 13h14

Buenos Aires, 22 mar (EFE).- René Houseman, meia-atacante da seleção argentina na Copa do Mundo de 1978 e um dos maiores ídolos da história do Huracán, morreu nesta quinta-feira, aos 64 anos, em decorrência de um câncer na língua.

'El Loco', como era conhecido, disputou seis das sete partidas da 'Albiceleste' na conquista do primeiro título mundial. Curiosamente, o jogador, que já havia participado da edição passada, na Alemanha, só não atuou contra o Brasil, na terceira rodada da segunda fase.

Titular em três jogos, Houseman marcou um gol, na goleada sobre o Peru por 6 a 0, e entrou aos 30 minutos do segundo tempo na final contra a Holanda, que os argentinos venceram por 3 a 1, na prorrogação.

Na Alemanha, o jogador, que também defendeu River Plate, Independiente, Colo-Colo, do Chile, entre outros, havia balançado as redes em três oportunidades.

Diversas personalidades, clubes e entidades do futebol argentino se manifestaram sobre a morte de Houseman. Em outubro do ano passado, a Associação de Futebol da Argentina (AFA), divulgou que o o antigo craque passada por "um mau momento" e que daria toda a ajuda possível.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte