Topo

Esporte


Ministro britânico sugere título da Inglaterra na Copa como resposta à Rússia

22/03/2018 14h50

Londres, 22 mar (EFE).- O ministro dos Esportes do Reino Unido, Matt Hancock, disse nesta quinta-feira que a melhor maneira de responder à Rússia ao envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal e a sua filha seria a Inglaterra ser campeã da copa do Mundo.

Diante da sugestão de alguns deputados de não participar da competição como represália contra o Kremlin, o ministro respondeu que a melhor resposta que se pode dar quanto a isso seria a Inglaterra "jogar o Mundial na Rússia e ganhar".

"Se ganharmos, demonstraremos que temos o melhor time de futebol no mundo e a questão deveria ser essa", disse o ministro.

O Reino Unido anunciou que nenhum dignitário do país irá ao evento, mas não recomendou aos cidadãos que cancelem suas viagens.

Hancock fez estas declarações um dia depois de Boris Johnson, ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, comparar a atitude do presidente da Rússia, Vladimir Putin, a respeito da Copa do Mundo com o uso propagandístico que Adolf Hitler fez das Olimpíadas de Berlim em 1936.

"Não vou criticar Boris Johnson sobre esta questão. O mais importante é proteger a segurança de nossos jogadores e dos torcedores", acrescentou Hancock.

O ministro esclareceu, em entrevista à "BBC", que seu comentário fazia referência "a uma pergunta específica" e que, "certamente, isto - ganhar a copa - seria só uma porção muito pequena da resposta do país".

O envenenamento de Sergei Skripal e sua filha Yulia, que foram encontrados inconscientes no último dia 4 de março em um parque da cidade inglesa de Salisbury, abalou as relações entre o Reino Unido e a Rússia, já que Londres acusa o Kremlin de ser responsável pelo ataque.

Mais Esporte