Topo

Esporte

Sampaoli admite que Messi é mais "dono" da seleção argentina do que ele

22/03/2018 12h54

Manchester (Inglaterra), 22 mar (EFE).- O técnico da seleção argentina Jorge Sampaoli admitiu nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, que o meia-atacante Lionel Messi tem mais ascendência sobre o elenco do que ele, que está no comando da 'Albiceleste' desde o ano passado.

"Esse time é mais de Messi do que meu. Tudo o que o melhor do mundo faz, potencializa muito os jogadores. Nesta etapa de maturidade e de grandeza dele, está nos ajudando de maneira incrível", afirmou o treinador, na véspera do amistoso com a Itália, em Manchester, na Inglaterra.

"Leo está em um momento de muita responsabilidade. Embora tenha se apresentado com ligeira fadiga, treinou de maneira incrível e inspirou seus companheiros. Ele é o reflexo da equipe", completou Sampaoli.

O treinador, que reclamou publicamente dos duelos com italianos e espanhóis - na próxima terça-feira -, hoje mudou o tom e falou da importância dos amistosos na preparação para a Copa do Mundo, que será disputada na Rússia.

"Estes jogos não valem três pontos. Servem para consolidação de uma ideia e da lista (de convocados). O principal desse 'tour' é consolidar uma forma de jogar e observar jogadores que podem estar na convocação final", explicou Sampaoli.

Na coletiva concedida hoje em Manchester, onde a Argentina encarará amanhã a Itália, o comandante da seleção duas vezes campeã mundial admitiu que não deverá contar com uma das estrelas do ataque, Sergio Aguero, mesmo no compromisso da próxima semana.

"É muito complicado. Os prazos de recuperação foram mais lentos do que pensávamos", lamentou o técnico, sobre o jogador que se recupera de lesão no joelho direito.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte