Topo

Esporte

Marcos Alonso dá sequência a "dinastia" na Espanha: "Muito orgulhoso"

27/03/2018 20h49

Madri, 27 mar (EFE).- O lateral-esquerdo Marcos Alonso, que entrou no segundo tempo da goleada sobre a Argentina por 6 a 1 nesta terça-feira, em Madri, protagonizou uma estreia histórica pela Espanha nesta terça-feira, ao se tornar o terceiro integrante de sua família a defender a seleção do país.

O jogador de 27 anos é integrante da terceira geração diferente dos Alonso a vestir a camisa da campeã mundial de 2010, após o avô Marquitos, campeão europeu pelo Real Madrid e morto em 2012, e o pai, Marcos Alonso Peña, que passou por Atlético de Madrid e Barcelona e atualmente é comentarista.

"É um dia importante para mim. Estou muito contente e muito orgulhoso por defender a seleção espanhola. Parabenizo a equipe, que fez um grande jogo contra um grande adversário como a Argentina. Era importante fazer um bom jogo, e tiramos nota dez", declarou o lateral.

A saga dos Alonso na seleção espanhola teve início em 1955, ano da estreia de Marquitos. Seu filho seguiu seus passos em 1981, e agora o neto iniciou a trajetória em 'La Roja' em uma goleada histórica.

"Trabalhei para fazer as coisas bem no Chelsea, e o técnico me deu a confiança, me trouxe, me deu a oportunidade de estrear, e estou muito contente", afirmou Alonso, agradecendo ao treinador Julen Lopetegui.

Por fim, o defensor negou que a Espanha seja favorita absoluta ao título da Copa do Mundo deste ano e citou outros concorrentes fortes, entre eles a seleção brasileira.

"Há muitas seleções com grandes jogadores, e muita coisa pode acontecer em um Mundial. Alemanha, França, Brasil, a própria Argentina com todos os seus jogadores disponíveis, e Bélgica. Todos estão no páreo. Será complicado, sem dúvida", considerou.

Mais Esporte