Topo

Esporte

Barça coloca potente ataque frente a frente com destaque da Roma e da seleção

03/04/2018 11h31

Redação Central, 3 abr (EFE).- Barcelona e Roma abrem nesta quarta-feira, no estádio Camp Nou, uma das séries das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, em duelo que colocará frente a frente o potente ataque 'blaugrana' com o goleiro da seleção brasileira, Alisson, cada vez mais valorizado no mercado da bola.

Líder do Campeonato Espanhol, o time catalão chega como único dos oito sobreviventes na 'Champions', que segue invicto na liga doméstica. No sábado, o Barça escapou de derrota para o Sevilla, fora de casa, graças a gols do uruguaio Luis Suárez e do argentino Lionel Messi, nos minutos finais, decretando empate em 2 a 2.

Por outro lado, a Roma é um dos "patinhos feios" das quartas da competição continental, já que nunca figurou entre favoritas, surpreendeu ao liderar chave com Chelsea e Atlético de Madrid, e passou pelo Shakhtar Donetsk nas oitavas. No Italiano, a equipe está longe da briga pelo título, polarizada entre Juventus e Napoli.

Uma das principais potências da Europa, o Barcelona buscará voltar às semifinais após duas temporadas de eliminações, justamente nesta etapa em que encarará a Roma. Em 2015-2016, o algoz foi o Atlético de Madrid, e, em 2016-2017, a Juve. Curiosamente, as duas equipes acabaram como vice-campeãs.

O grande trunfo da equipe comandada pelo espanhol Ernesto Valverde, mais uma vez, é Messi, que se recuperou de fadiga muscular que o afastou dos jogos da seleção argentina contra Itália e Espanha, e atuou 30 minutos no empate com o Sevilla, sendo decisivo para a conquista de ponto na casa do adversário.

A única dúvida por motivos físicos para a definição da escalação é o volante espanhol Sergio Busquets, que sofreu pequena fissura em um dos dedos dos pés há três semanas, e só voltou a treinar nesta terça-feira. No aspecto tático e técnico, o volante Paulinho e o meia-atacante francês Ousmane Dembélé disputam posição.

Não inscrito no decorrer da Liga dos Campeões da Europa, por ter participado da primeira metade da competição, pelo Liverpool, o meia Philippe Coutinho estará fora mais uma vez do 11 inicial.

A Roma, por sua vez, desembarcou na Espanha com uma boa notícia na bagagem, a presença do meia belga Radja Nainggolan, recuperado de problema muscular. Uma baixa, no entanto, também foi registrada pela equipe, a do meia-atacante turco Cengiz Under, que está lesionado.

O jovem, de 20 anos, na semana passada, foi apontado como alvo do próprio Barcelona, conforme revelou o diretor-esportivo do clube da capital italiana, o espanhol Monchi. O provável substituto da promessa é o italiano Stephan El Shaarawy.

Outro jogador cobiçado é Alisson, revelado pelo Internacional, que hoje é titular absoluto do técnico Tite na seleção pentacampeã do mundo. Destaque da Roma, o goleiro estaria na mira do arquirrival do adversário desta quarta-feira, o Real Madrid.

Segundo o jornal italiano "Corriere Dello Sport", o valor mínimo para abertura de negociações já teria sido estipulado, de 60 milhões de euros (R$ 244 milhões). Bayern de Munique e Liverpool seriam outros interessados em contratá-lo já na janela de verão europeia.

Os demais brasileiros da Roma deverão começar no banco de reservas. São os casos do lateral-direito Bruno Peres, do zagueiro e lateral-esquerdo Juan Jesus e do meia Gérson. O ex-Fluminense, no entanto, tem chances de atuar, caso Nainggolan ainda não tenha condições de iniciar partida.

Se o Barça tenta voltar às semis após dois anos, a equipe da capital italiana nunca alcançou esta etapa na fase moderna do torneio, iniciada em 1992. Às quartas foram alcançadas, antes dessa temporada, em 2006-2007 e 2007-2008.

Antes disso, em 1983-1984, a Roma fez a melhor campanha na história da principal competição do continente, sendo vice-campeã, perdendo nos pênaltis para o Liverpool por 4 a 2, após empate em 1 a 1 com bola rolando, em final disputada no Estádio Olímpico.



Prováveis escalações:.

Barcelona: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Umtiti e Alba; Busquets, Rakitic e Iniesta; Dembélé (ou Paulinho), Messi e Suárez. Técnico: Ernesto Valverde.

Roma: Alisson; Florenzi, Manolas, Fazio e Kolarov; De Rossi, Nainggolan (ou Gérson) e Strootman; Perotti, El Shaarawy e Dzeko. Técnico: Eusebio Di Francesco.

Árbitro: Danny Makkelie (Holanda), auxiliado pelos compatriotas Mario Diks e Hessel Steegstra.

Estádio: Camp Nou, em Barcelona (Espanha).

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte