Topo

Esporte

Team Brunel, da Holanda, vence etapa brasileira da Volvo Ocean Race

03/04/2018 17h30

Redação Central, 3 abr (EFE).- O barco holandês Team Brunel venceu nesta terça-feira a sétima etapa da regata de volta ao mundo Volvo Ocean Race, entre Auckland (Nova Zelândia) e Itajaí, em Santa Catarina, superando o Dongfeng Race Team, da China, por apenas 14 minutos e 50 segundos.

Liderado pelo experiente comandante holandês Bouwe Bekking, que participa da regata pela oitava vez, o Brunel completou o percurso de 7.779 milhas náuticas (14,4 mil quilômetros) em 16 dias, 13 horas, 45 minutos e 18 segundos.

Com a segunda colocação na etapa, o Dongfeng, capitaneado pelo francês Charles Caudrelier, assumiu a liderança provisória da classificação geral, com um ponto de vantagem sobre o Mapfre, da Espanha, que ainda não chegou a Itajaí e está em quinto. Já o Brunel subiu momentaneamente da sexta para a terceira posição, com 37 pontos.

Outro barco holandês, o AkzoNobel, que conta com a brasileira campeã olímpica Martine Grael, é o mais próximo de ser o terceiro a atracar em Itajaí, com previsão de cruzar a linha de chegada na quinta-feira. Mapfre e o português Turn the Tide On Plastic, que tiveram problemas com velas e mastro, se viram forçados a diminuir o ritmo para chegar em segurança e devem completar a etapa no fim de semana.

A sétima etapa foi marcada por uma tragédia envolvendo o Sun Hung Kai/Scallywag, de Hong Kong. No dia 26 de março, o tripulante britânico John Fisher caiu no mar após o barco ser atingido por uma onda nos Mares do Sul, a aproximadamente 1.400 milhas náuticas a oeste do Cabo Horn.

A organização da prova informou que Fisher estava no cockpit, a caminho da proa, para retirar a capa de proteção da vela Fractional (FR0) que tinha sido içada. Para realizar a tarefa, ele havia soltado a linha de vida. Segundo a tripulação, o britânico foi atingido pela vela principal e acabou lançado para fora do barco. A tripulação acredita que ele estivesse inconsciente quando caiu na água. Buscas foram realizadas por várias horas, mas o velejador não foi mais visto. O Sun Hung Kai/Scallywag está atracado no Chile, e seus integrantes ainda não decidiram se continuarão na Volvo Ocean Race.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte