Topo

Esporte

Presidente do Sporting suspende jogadores críticos: "Meninos mimados"

06/04/2018 16h32

(Atualiza número de jogadores)

Lisboa, 6 abr (EFE).- O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, suspendeu nesta sexta-feira os 19 jogadores que o criticaram em comunicado divulgado pelas redes sociais e desabafou que está "farto de meninos mimados".

O goleiro Rui Patrício, capitão do time, William Carvalho, Bryan Ruiz, os brasileiros Bruno César e Wendel e todos que compartilharam o comunicado no Instagram "estão imediatamente suspensos, tendo de enfrentar a disciplina do clube", disse o dirigente em comunicado no Facebook disponibilizado apenas a amigos.

Completam a lista Bruno Fernandes, Battaglia, Piccini, Palhinha, Coates, Acuña, Gelson, Podence, Montero, Rúben Ribeiro, Rafael Leão, Doumbia, Wendel, Fabio Coentrão e Ristovski.

Os jogadores expressaram nesta sexta-feira o "desagrado" em relação às críticas feitas publicamente pelo mandatário após a derrota por 2 a 0 para o Atlético de Madrid na partida de ida das quartas de final da Liga Europa.

Entre os comentários, o presidente afirmou que a equipe cometeu "erros grosseiros" e os acusou de não estarem concentrados durante o jogo. De acordo com os jogadores, estas palavras refletem uma "ausência de apoio" de quem "deveria ser líder".

"Apontar o dedo para culpabilizar o desempenho dos atletas publicamente, quando a união de um grupo se rege pelo esforço conjunto, seja qual for a situação que estamos passando, todos os assuntos são resolvidos dentro do grupo", responderam os jogadores.

"Não há outra forma séria de estar no futebol profissional que não seja esta?", questionam os atletas no comunicado, no qual ressaltam que, tanto no Sporting como quando são convocados pelas suas seleções, se esforçam sempre ao máximo.

Bruno de Carvalho reagiu suspendendo os jogadores que protestaram e advertindo que está "farto de atitudes de meninos mimados, que não respeitam nada nem ninguém, como por exemplo os torcedores".

"Estas crianças mimadas acham que vão longe, mas desta vez a minha paciência esgotou-se para quem acha que está acima do clube e de qualquer crítica", disse o presidente do Sporting.

Mais Esporte