Topo

Esporte

Emir do Catar foi responsável por contratar Tuchel para o PSG, diz "L'Équipe"

10/04/2018 10h47

Paris, 10 abr (EFE).- A escolha do alemão Thomas Tuchel para técnico do Paris Saint-Germain na próxima temporada, informação não confirmada pelo clube, foi decidida pelo emir do Catar, Tamim bin Hamad al-Thani, o que incomodou o diretor-esportivo, Antero Henrique, segundo publicou nesta terça-feira o jornal "L'Équipe".

O proprietário do clube teria passado por cima do comando técnico do PSG, que está nas mãos do português, contratado na temporada passada junto ao Porto, e que é o responsável, justamente, pelas negociações para transferências.

Antero, com a medida tomada pelo dono do clube, estaria se sentindo desprestigiado e, inclusive, estaria pensando em se demitir, aponta o "L'Équipe". O diretor-esportivo estaria tentando trazer o compatriota Sérgio Conceição, atualmente no Porto.

Segundo o jornal francês, al-Thani soube por um irmão da recomendação feita pelo cônsul do Catar na Alemanha, amigo de Tuchel, para ter certeza de que deveria contratar o técnico, o que impulsionou o acerto.

As informações do "L'Équipe" são de que o ex-Mainz 05 e Borussia Dortmund assinou contrato de dois anos, com cláusula de extensão por mais um, em caso de classificação às semifinais da Liga dos Campeões da Europa.

Campeão da Copa da Liga, perto do título do Campeonato Francês e classificado para a final da Copa da França, o PSG não fará qualquer anúncio sobre o futuro do espanhol Unai Emery até o fim da temporada, no dia 19 de maio, diz o jornal.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte