Topo

Esporte

Kobe diz que basquete europeu é mais físico do que a NBA e pede mudanças

11/04/2018 15h29

Redação Central, 11 abr (EFE).- Ex-armador do Los Angeles Lakers e cinco vezes campeão da NBA, Kobe Bryant afirmou nesta quarta-feira que o basquete europeu é mais físico do que a liga americana.

"O basquete europeu é mais físico do que a NBA. A NBA tem ser mais dura, mas não tanto como o basquete da época dos 'bad boys' de Detroit, certamente. É duro ver algumas partidas porque quando um jogador é tocado já marcam faltas. Se melhorarmos isso, os jogadores teriam que ser mais habilidosos", disse Kobe.

Após a aposentadoria do basquete em 2016, Kobe se dedicou ao mundo do cinema e chegou a ganhar o Oscar de Melhor Curta-Metragem de Animação deste ano com o filme "Dear Basketball". Ele também apresentará um programa sobre a modalidade na "ESPN".

"Vejo basquete e sou um competidor, mas posso fazê-lo sem sentir nada e isso é bom para mim; pasei para o outro lado. Posso escrever, produzir. Me divirto com isso, não é algo passageiro. Além disso, o Oscar que recebi me ajuda a continuar", afirmou o ex-jogador.

Kobe também fez uma análise da NBA atual, começando pelo momento do atual vice-campeão da liga, o Cleveland Cavaliers.

"Com Kyrie Irving e LeBron James, o Cleveland jogava com um sistema baseado nessas duas estrelas. Agora, após a saída de Irving, pode desenvolver um jogo mais 'democrático', como o Golden State Warriors", analisou o ídolo dos Lakers.

O ex-armador também comentou a lesão do ala Kawhi Leonard, do San Antonio Spurs, que o está mantendo mais longe das quadras do que o inicialmente previsto pela equipe.

"Você sempre pede uma segunda opinião. Eu estava em uma grande franquia e isso era importante para mim. Não pode confiar em um médico às cegas", afirmou Kobe.

Além disso, Kobe falou sobre o principal candidato a novato do ano nesta temporada. "Sabe controlar o tempo da partida e isso o faz conduzir melhor o jogo. Jason Kidd não era um grande arremessador e foi melhorando; esse é o próximo passo para Ben Simmons", disse o ex-armador sobre a joia do Philadelphia 76ers.

Mais Esporte