Topo

Esporte

Olympique de Marselha faz 5 no Leipzig e se garante nas semis da Liga Europa

12/04/2018 18h24

Marselha (França), 12 abr (EFE).- O Olympique de Marselha fez jogo eletrizante com o RB Leipzig, no estádio Vélodrome, venceu por 5 a 2, revertendo derrota na ida, e garantiu classificação às semifinais da Liga Europa, quebrando jejum de 14 anos sem alcançar o 'top-4' em competição continental.

Batido no primeiro jogo, realizado há uma semana, na Alemanha, o time francês sofreu duro golpe logo aos 2 minutos do primeiro tempo, quando o meia-atacante português Bruma balançou as redes. Aos 6, o lateral-direito austríaco Stefan Ilsanker marcou contra e deixou tudo igual.

O início de partida ficou ainda mais emocionante aos 9, quando o meia-atacante francês Bouna Sarr virou. Aos 38, o meia francês Florian Thauvin fez o terceiro dos donos da casa e os colocou na frente da série eliminatória pela primeira vez.

O atacante francês Jean-Kévin Augustin, que está no Leipzig emprestado pelo Paris Saint-Germain, descontou e voltou a colocar os visitantes na frente, aos 11 da etapa final. Quatro minutos depois, no entanto, meia-atacante francês Dimitri Payet anotou o quarto do Olympique.

O duelo seguiu aberto até os instantes finais, até que, aos 49, a equipe alemã foi para tentativa derradeira. O goleiro húngaro Péter Gulácsi foi para a área, em cobrança de escanteio, mas, o time de Marselha emplacou contra-ataque, e a bola sobrou para o lateral-direito japonês Hiroki Sakai, que chutou de longe, com gol aberto, e estufou as redes.

A última vez que o Olympique havia alcançando uma semifinal de torneio continental foi em 2003-2004, na Copa da Uefa, antecessora da Liga Europa. A equipe passou pelo passou pelo Newcastle, se garantindo na decisão, mas, caiu diante do Valencia na decisão, disputada em Gotemburgo, na Suécia.

Hoje, o time francês contou com o volante Luiz Gustavo, que foi escalado como zagueiro atuou improvisado como zagueiro pelo técnico Rudi Garcia, mas voltou para a posição de origem ainda no primeiro tempo, devido lesão de Bouna Sarr e a entrada de Adil Rami.

O RB Leipzig, que disputou torneio continental pela primeira vez na história, teve em campo o lateral-esquerdo Bernardo, ex-RB Brasil, a partir dos 21 da etapa final. O jogador é filho de volante homônimo, que passou por São Paulo, Bayern de Munique, seleção brasileira, entre outros.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte