Topo

Esporte

Red Bull Salzburg alcança vitória épica e despacha Lazio da Liga Europa

12/04/2018 18h11

Salzburg (Áustria), 12 abr (EFE).- O Red Bull Salzburg fez história nesta quinta-feira, ao derrotar a Lazio, em casa, por 4 a 1, revertendo derrota sofrida na ida, no Estádio Olímpico, na Itália, se garantindo assim nas semifinais da Liga Europa.

Após levar a melhor há uma semana por 4 a 2, o time de Roma saiu na frente do placar aos 10 do segundo tempo, graças a gol do atacante italiano Ciro Immobile. No minuto seguinte, no entanto, o atacante israelense Moanes Dabour igualou.

A partir dos 27, a equipe austríaca viveu os quatro minutos mais espetaculares de sua história. Primeiro, marcou o meia malinês Amadou Haidara, aos 29, o atacante sul-coreano Hwang Hee-chan, e, aos 31, o lateral-direito austríaco Stefan Lainer.

Fundado em 1933, como Austria Salzburg, e 13 anos sendo propriedade de uma empresa produtora de bebidas energéticas, o clube já foi vice-campeão da Copa da Uefa em 1993-1994, caindo diante da Inter de Milão. Hoje, no entanto, alcançou a melhor campanha continental desde a aquisição pelos atuais donos.

De junho de 2005 para cá, o melhor momento em competições continentais havia sido em 2013-2014, ainda com o atacante Alan, ex-Fluminense, no elenco, com a ida às oitavas de final da própria Liga Europa.

A Lazio, por sua vez, esteve muito perto de encerrar jejum de 15 anos sem presença em 'top-4' de torneios continentais. Em 2002-2003, o time - campeão da Copa da Uefa quatro anos antes -, passou pelo Besiktas, mas caiu nas semis diante do Porto.

O Red Bull Salzburg contou hoje com o zagueiro brasileiro André Ramalho, que passou pela base de Palmeiras e RB Brasil e já atuou no Bayer Leverkusen. O goleiro Carlos, também revelado time paulista que tem os mesmos proprietários da equipe austríaca, não foi relacionado.

A Lazio, por sua vez, teve o zagueiro Luís Felipe, ex-Ituano, e o volante Lucas Leiva, ex-Grêmio e Liverpool, começaram como titulares. O meia Felipe Anderson, ex-Santos, saiu do banco aos 24 da etapa final, quando o placar ainda estava empatado em um gol.

Mais Esporte