Topo

Esporte


Salah é eleito melhor do mês pela 3ª vez e entra para história na Inglaterra

13/04/2018 12h08

Londres, 13 abr (EFE).- O atacante egípcio Mohammed Salah, atacante da Liverpool, fez história nesta sexta-feira ao conquistar pela terceira vez nesta temporada o prêmio de melhor jogador do mês no Campeonato Inglês.

"Ganhar este troféu de novo é muito bom. No último mês, obtivemos resultados muito bons e isso é o mais importante", declarou o 'Faraó' após receber o troféu equivalente ao mês de março, o qual junta com os de novembro e fevereiro.

Salah, de 25 anos, vem sendo o principal nome do Liverpool na temporada, ajudando os 'Reds' a se manterem na terceira posição da 'Premier League' e a chegar às semifinais da Liga dos Campeões, algo que não acontecia há dez anos.

O atacante africano é o artilheiro do Inglês, com 29 gols em 33 rodadas, e tem mais cinco partidas para balançar as redes mais duas vezes e igualar o recorde de Alan Shearer (1995/1996), Cristiano Ronaldo (2007/2008) e Luis Suárez (2013/2014), com 31.

"Estou muito orgulhoso por poder estar brigando para quebrar esse recorde. Penso jogo a jogo, e esse é o meu único objetivo. Quero marcar gols, mas quero também ajudar o time a vencer", destacou.

O atacante, que deixou sua marca seis vezes em quatro jogos em março, superou Son Heung-min (Tottenham), Romelu Lukaku (Manchester United), David Silva (Manchester City), Cenk Tosun (Everton) e Chris Wood (Burnley) em votação realizada com os capitães de time, comentaristas e torcedores.

Além disso, foi divulgado também que o melhor técnico de março foi o britânico Sean Dyche, do Burnley, equipe que venceu suas três partidas no mês, contra Everton, West Ham e West Bromwich.

"Estou encantado, tanto por mim quanto pela minha comissão técnica e os meus jogadores. Todos estão tendo uma temporada magnífica", destacou Dyche, que superou Josep Guardiola (Manchester City), José Mourinho (Manchester United) e Claude Puel (Leicester).

O Burnley é sétimo colocado do Inglês e precisa se manter na posição para obter a última vaga na próxima Liga Europa. O time tem 49 pontos, seis mais que o Leicester, que vem em oitavo.

Mais Esporte