Topo

Esporte

Corredor amador, japonês Yuki Kawauchi vence a Maratona de Boston

16/04/2018 16h50

Boston (EUA), 16 abr (EFE).- O japonês Yuki Kawauchi, funcionário público na cidade de Saitama e corredor amador de 31 anos, venceu nesta segunda-feira a prova masculina da 122ª edição da Maratona de Boston, que teve a americana Desiree Linden, de 34 anos, como vencedora entre as mulheres.

Sob muita chuva e frio durante o percurso, com temperaturas próximas a 3 graus Celsius, os competidores registraram os piores tempos da história do evento.

Kawauchi, que completou a prova em 2 horas, 15 minutos e 54 segundos, superou na reta final o defensor do título, o queniano Geoffrey Kirui, que chegou a ter um minuto e meio de vantagem na liderança.

"Para mim, essas foram as melhores condições possíveis para conseguir a vitória", declarou Kawauchi, ao concluir os 42,164 quilômetros de prova.

O novo campeão da Maratona de Boston, que costuma competir fantasiado de panda - mas não desta vez -, se tornou o primeiro japonês a conseguir a vitória em 31 anos, quando o degrau mais alto do pódio foi ocupado pelo compatriota Toshihiko Seko.

Kirui, que liderou a prova até os últimos quilômetros, terminou na segunda posição com um tempo 2h18s21, enquanto o americano Shadrack Biwott foi o terceiro com 2h18s32.

Na prova feminina, Desiree Linden cruzou a linha de chegada em primeiro lugar com um tempo de 2h39s54. Essa foi a primeira vitória de uma competidora dos Estados Unidos em 33 anos. A última campeã americana foi Lisa Larsen, em 1985, quando Linden tinha apenas um ano de idade.

"Não tenho palavras para expressar o que sinto. Devo tudo ao grande trabalho que meus treinadores fizeram comigo", declarou Linden.

A também americana Sara Sellers fez a dobradinha dos EUA com a segunda posição e um tempo de 2h44s05, enquanto a canadense Krista Duchene foi a terceira colocada ao terminar a prova com 2h44s20.

Nas provas de cadeiras de rodas, o suíço Marcel Hug voltou a dominar entre os homens com o quarto triunfo consecutivo. O tempo de 1h46s25 que garantiu o título foi o pior desde a primeira edição desta modalidade, disputada em 1987.

A americana Tatyana McFadden também correspondeu às expectativas e venceu pela quinta vez consecutiva a prova de mulheres com um tempo de 2h04:41, o pior registro em 30 anos segundo os organizadores.

O comissário de polícia de Boston, Bill Evans, confirmou que não houve nenhum tipo de incidente durante toda a jornada e que o esquema de segurança estabelecido com centenas de agentes tanto uniformizados como à paisana funcionou perfeitamente.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte