Topo

Esporte

Grêmio vai ao Paraguai em busca da liderança do grupo 1 da Libertadores

16/04/2018 17h34

Assunção, 16 abr (EFE).- O Grêmio, atual campeão da Taça Libertadores, fará confronto direto com o Cerro Porteño nesta terça-feira no estádio General Pablo Rojas, em Assunção, na briga pela liderança do grupo 1 da atual edição do torneio continental.

O Tricolor está com o moral elevado após ter sido campeão estadual pela primeira vez desde 2010 e por ter estreado no Campeonato Brasileiro com vitória sobre o Cruzeiro em pleno Mineirão. A equipe não perde desde o último dia 21, quando foi derrotado pelo rival Internacional, mas mesmo assim avançou no Gaúchão.

O time dirigido por Renato Gaúcho é segundo colocado na chave, com quatro pontos, dois a menos que o adversário desta terça, que venceu seus dois jogos e vai disparar na ponta caso leve a melhor sobre o Imortal.

Renato não poderá contar com o atacante Luan, que vem sentindo dores musculares e sequer viajou para o Paraguai. Por outro lado, o zagueiro Pedro Geromel, que não enfrentou o Cruzeiro devido a uma virose, tem chances de voltar a jogar.

O 'Ciclón' também vive bom momento e na última sexta-feira goleou o Nacional por 5 a 0 no General Pablo Rojas, pelo Torneio Apertura paraguaio, do qual é terceiro colocado, com 19 pontos. O adversário é o vice-líder, com 23, atrás apenas do Olimpia, que tem 30.

A equipe dirigida pelo argentino Luis Zubeldía está invicta há cinco partidas, mas não poderá contar com o atacante Ruiz. O jogador vinha sendo desfalque por lesão, retornou, mas teve uma recaída e não poderá enfrentar o Grêmio. Candía será o substituto.

Além de um adversário bem montado, o Tricolor terá contra si o bom retrospecto do Cerro em casa. A equipe paraguaia ainda não perdeu desde que reinaugurou seu estádio, em agosto do ano passado, e costuma contar com a pressão da torcida. Até por isso o local é conhecido como Nueva Olla, ou, em português, 'Nova Panela'.



Prováveis escalações:.

Cerro Porteño: Antony Silva; Raúl Cáceres, Marcos Cáceres, Escobar e Arzamendia; Rodrigo Rojas, Palau, Novick e Jorge Rojas; Candía e Churín. Técnico: Luis Zubeldía.

Grêmio: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel (Paulo Miranda), Kannemann e Cortez; Arthur, Maicon, Ramiro e Cícero; Everton e André. Técnico: Renato Gaúcho.

Árbitro: Germán Delfino (Argentina), auxiliado pelos compatriotas Diego Bonfa e Gabriel Chade.

Estádio: General Pablo Rojas, em Assunção (Paraguai).

Mais Esporte