Topo

Esporte

Ex-campeão mundial, boxeador mexicano é suspenso por 6 meses por doping

18/04/2018 18h13

Las Vegas (EUA), 18 abr (EFE).- A Comissão Atlética do estado americano de Nevada confirmou nesta quarta-feira a suspensão do pugilista mexicano Saúl 'Canelo' Álvarez por seis meses, em caráter retroativo, pelo consumo da substância proibida clembuterol.

A punição de 'Canelo' Álvarez, que já estava suspenso preventivamente, conta a partir de 17 de fevereiro, e o boxeador já havia anunciado que não disputaria a revanche contra o cazaque Gennady Golovkin, que aconteceria no próximo dia 5.

O mexicano, ex-campeão da categoria médio-ligeiro pela Organização Mundial de Boxe, seria punido por um ano, mas como colaborou com as investigações teve o tempo de gancho reduzido e poderá voltar aos ringues em 17 de agosto.

'Canelo', que não esteve presente na audiência realizada hoje, sempre argumentou que não consumiu clembuterol intencionalmente, mas a partir de carne contaminada. Os cinco membros da Comissão presentes na reunião de hoje aceitaram a tese da defesa e por isso definiram a punição mínima.

A Golden Boy Promotions, empresa que promove as lutas do ex-campeão, se disse, através de um comunicado, satisfeita com o acordo obtido em Nevada e anunciou que seu cliente voltará aos ringues no dia 15 de setembro, durante as Festas Pátrias do México. EFE

am/dr

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte