Topo

Esporte

Rossi reafirma crítica a Márquez, mas não iguala rivalidade a "Senna x Prost"

19/04/2018 18h40

Austin (Estados Unidos), 19 abr (EFE).- O italiano Valentino Rossi, da Yamaha, disse nesta quinta-feira que não retira as duras críticas feitas ao espanhol Marc Márquez, da Honda, após choque no Grande Prêmio da Argentina, mas não compara a rivalidade entre os dois com entre Ayrton Senna e o francês Alain Prost, na Fórmula 1.

"Penso, exatamente, no que disse depois da corrida e confirmo todas as minhas palavras, mas, agora, é melhor olhar para frente", garantiu o piloto, em entrevista coletiva concedida em Austin, onde acontecerá o Grande Prêmio das Américas, neste fim de semana.

Nas últimas voltas da prova na Argentina, Márquez atacou Rossi, em disputa pelo sexto lugar, e derrubou o italiano, que ficou possesso. Isso e outros incidentes, fizeram "O Doutor" disparar que o rival "destruiu o nosso esporte" e que o espanhol não respeitava os outros competidores.

Rossi, no entanto, disse haver uma diferença muito grande entre a disputa dele com o espanhol, e a de Senna e Prost, que começou no fim da década de 80, com direito a duas decisões de título após colisões, em 1989 favorecendo o francês, e em 1990, o brasileiro.

"Eles disputavam o Mundial. Ganharia um, ou o outro. Por isso, o que aconteceu na Argentina não faz sentido, porque ele teria me ultrapassado tranquilamente na curva seguinte. É um pouco diferente", avaliou o italiano.

Rossi também não descartou manter uma boa relação com Márquez, mas, admite que isso não acontecerá em curto período de tempo.

"Talvez, um dia, nos sentaremos e conversaremos. Mas, agora não é o momento. Talvez, no futuro", disse o sete vezes campeão da MotoGP. EFE

jll/bg

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte