Topo

Esporte

Vasco joga a vida na Libertadores, e Cruzeiro pode assumir liderança da chave

01/05/2018 14h37

Rio de Janeiro, 1 mai (EFE).- Vasco e Cruzeiro duelarão nesta quarta-feira, em São Januário, no Rio de Janeiro, em duelo decisivo para os anfitriões, que poderão ser eliminados da Taça Libertadores, em caso de derrota, e em que o Cruzeiro poderá até assumir a liderança provisória do grupo 5, ultrapassando o Racing.

No duelo brasileiro, a situação mais desesperadora é a do time carioca, lanterna da chave, com apenas dois pontos, um deles, conquistado no Mineirão, em empate sem gols com a Raposa. Em caso de derrota, em casa, os comandados por Zé Ricardo se despedirão da competição.

Se empatar, a situação seguirá crítica, e apenas uma combinação de resultados poderá dar vaga na próxima etapa da competição. Uma vitória sobre o Cruzeiro, no entanto, pode fazer com que a rodada termine com três equipes empatadas com cinco pontos, que é a pontuação atual da Raposa e da Universidad do Chile.

A 'La U' visitará nesta quinta-feira o líder, Racing, que tem oito pontos, encerrando a quinta e penúltima rodada do grupo 5.

O Gigante da Colina chega para o jogo depois de evitar derrota para a equipe de Avellaneda nos últimos minutos, empatando duelo disputado em São Januário em 1 a 1, graças a gol de Wagner. O herói cruz-maltino, aliás, é dúvida para o duelo, por estar gripado. Com isso, Evander pode ter lugar no 11 inicial.

Desfalque certo para o técnico Zé Ricardo é o volante Desábato, expulso na partida com o Racing. O favorito para ganhar lugar no time é Bruno Silva, que estreou com a camisa do Vasco há duas semanas, na derrota para o time argentino por 4 a 0, fora de casa. O jovem Andrey e o lateral-esquerdo Fabrício correm por fora.

O atacante Kelvin, por sua vez, é a grande novidade entre os relacionados para o duelo com o Cruzeiro, depois de se recuperar de grave lesão no joelho esquerdo, sofrida em junho do ano passado. O jogador deverá começar no banco de reservas.

Além disso, esta será a primeira partida do Vasco após a oficialização da venda do jovem atacante Paulinho, de 17 anos, que não atua desde o primeiro encontro com a Raposa, em que sofreu lesão no cotovelo direito. Em junho, o jogador se transferirá para o Bayer Leverkusen, mas sem voltar a jogar outra vez pelo time carioca.

O Cruzeiro, que na semana passada vivia um princípio de crise, soterrou as desconfianças ao atropelar a Universidad do Chile por 7 a 0, no Mineirão. Depois disso, com muitos reservas, a equipe empatou fora de casa com o Inter em 0 a 0, pelo Campeonato Brasileiro.

Diferente do Vasco, nenhuma combinação tira a equipe de Belo Horizonte da competição, mas a vitória deixará a classificação bem mais próxima, e uma derrota pode, até, resultar em lanterna, embora a combinação seja pouco provável, inclusive, com derrota por goleada por seis gols de diferença no Rio.

Para a partida em São Januário, o Cruzeiro chega com força máxima, inclusive com o lateral-direito Edílson, o meia-atacante Thiago Neves e o atacante Rafael Sóbis, todos que deixaram a partida com a 'La U' com algum tipo de problema físico.

Por outro lado, o atacante David, que é reserva e atuou com o Inter, apresentou dores na coxa direita, durante o duelo disputado no Beira-Rio, e voltou para Belo Horizonte, onde seria reavaliado. Com isso, é desfalque certo no elenco celeste.



Prováveis escalações:.

Vasco: Martín Silva; Yago Pikachu, Paulão, Werley e Henrique; Bruno Silva (ou Fabrício), Wellington e Thiago Galhardo; Wagner, Rildo e Ríos. Técnico: Zé Ricardo.

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva e De Arrascaeta; Thiago Neves, Rafinha e Sassá. Técnico: Mano Menezes.

Árbitro: Anderson Daronco, auxiliado por Danilo Manis e Bruno Pires.

Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte