Topo

Esporte

Jogador argentino é preso e acusado de estuprar e matar menino de 5 anos

Divulga??o
Gonzalo Aguirre, de 22 anos, foi detido por abuso sexual e assassinato de enteado Imagem: Divulga??o

10/05/2018 15h38

O jogador Gonzalo Aguirre, do Defensores de Belgrano, da terceira divisão do futebol da Argentina, foi preso nesta quinta-feira (10) após ser acusado de estuprar e matar seu enteado de cinco anos.

O atleta de 22 anos foi preso na província de Buenos Aires, a 36 quilômetros da capital argentina. De acordo com as autoridades do caso, originalmente a mãe da criança teria alegado que os hematomas no corpo do garoto seriam resultado de uma queda no banho; mas a autópsia realizada nesta semana apontou maus tratos. Segundo o relatório médico, o menino foi abusado sexualmente inúmeras vezes e sofreu espancamento.

Gonzalo Aguirre era um dos principais suspeitos, tornando-se alvo de um mandado de prisão expedido pela Justiça. O jogador estava indo ao velório do menino nesta quinta quando a polícia lhe prendeu. Ele teria confessado os crimes imediatamente, mas a declaração só terá valor legal quando repetida durante interrogatório com a promotoria. 

Em comunicado oficial, o ex-clube de Aguirre condena o crime e se solidariza com a família da vítima. "O Defensores de Belgrano expressa profunda dor e consternação pelo covarde assassinato e se solidariza com a família prejudicada. Repudiamos energicamente o ocorrido e desejamos que a Justiça resolva esta situação terrível", informou a equipe.

O clube informa ainda que rescindiu contrato com Gonzalo Aguirre via carta. A justificativa é a ausência do jogador em atividades da equipe, visto que ele não se apresenta aos treinos há mais de seis meses.

"Víamos Gonzalo como um menino jovem introvertido e, como jogador, era muito forte, jogou algumas partidas da primeira divisão, mas nada indicava algo desta magnitude. Nós sabíamos que ele tinha alguns problemas por episódios estranhos, mas nunca pensamos algo assim", disse o presidente do Defensores de Belgrano, Marcelo Achile, à agência "Télam".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte