Topo

Esporte

Sindicato alerta Fifa sobre impacto de novos torneios na saúde dos jogadores

10/05/2018 17h52

Redação Central, 10 mai (EFE).- A Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol (FIFPro) afirmou nesta quinta-feira que está preocupada com a saúde dos atletas diante da proposta de novos torneios internacionais, feita pela Fifa.

"Enquanto outras partes interessadas podem ter outras prioridades, a saúde e o bem-estar dos jogadores têm que ser a nossa", disse o presidente da FIFPro na Europa, Bobby Barnes.

Membros europeus da FIFPro se reuniram na Sérvia para debater essas propostas, que incluem a criação de uma Liga das Nações global e um Mundial de Clubes com 24 equipes, além de aumentar o número de seleções que participariam da Copa do Mundo.

Segundo Barnes, foram entrevistados mais de 600 jogadores para conhecer seus pontos de vista sobre o calendário internacional, as modificações e suas consequências.

As mudanças da Fifa para o Mundial de Clubes seriam: aumentar a participação de equipes para 24 (atualmente são sete), sendo 12 da Europa, e passar a realizar a competição a cada quatro anos, ao invés de anualmente, como acontece hoje.

Já a nova Liga das Nações seria um torneio entre seleções disputado a cada dois anos e que também definiria algumas vagas para Eurocopa e Copa do Mundo.

Além disso, a Fifa pretende ampliar para 48 o número de países participantes já na Copa de 2026, no lugar das 32 seleções que disputam a competição atualmente.

Durante a reunião, foram discutidas ainda questões como acordos de empréstimo, contratos com empresários de jogadores, planos para evitar manipulações, e o projeto financiado pela União Europeia para ajudar na preparação dos atletas para a aposentadoria.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte