Topo

Esporte

Federação destina R$ 4,7 milhões em ajudas para ginastas vítimas de abuso

23/05/2018 07h34

Madri, 25 mai (EFE).- O Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC) fará uma "contribuição inicial de US$ 1,3 milhão" (R$ 4,7 milhões) ao Fundo de Ajuda aos Esportistas da Federação Nacional de ginástica, que serão destinadas especificamente à assessoria e assistência às ginastas vítimas de abusos sexuais.

"Embora infelizmente não apagar os terríveis abusos sofridos por muitas ginastas, devemos apoiar de todas as formas possíveis seus valentes esforços para se recuperar", disse em comunicado a diretora-executiva interina da USOC, Susanne Lyons.

"Falhamos uma vez e não voltará a ocorrer", acrescentou.

Larry Nassar, médico da seleção americano de ginástica, está detido após ter sido condenado três vezes por diferentes acusações de pornografia infantil e agressão sexual.

Entre as vítimas (mais de 300 mulheres testemunharam contra si) figuram campeãs olímpicas como Simone Biles, Aly Raisman e Gaby Douglas.

O USOC estabelecerá outro programa de ajudas para vítimas de abusos em outros esportes, que incluirá assessoria e tratamento. Estará em funcionamento no final deste ano.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte