Topo

Esporte

Governo francês critica Rabiot por recusa à seleção

23/05/2018 11h19

Paris, 23 mai (EFE).- O governo da França criticou nesta quarta-feira o volante Adrien Rabiot, do Paris Saint-Germain, que se negou a estar entre os 12 suplentes da seleção para a Copa do Mundo na Rússia após ter ficado fora da lista definitiva de 23 jogadores escolhidos pelo técnico Didier Deschamps.

"Acredito que, quando alguém tem a honra de vestir a camisa da França e de defender as cores do seu país, não pode se recusar, seja qual for o posto oferecido", explicou o porta-voz do governo, Benjamin Griveaux, ao término de uma entrevista coletiva após o conselho de ministros.

Em polêmica carta à Federação Francesa de Futebol (FFF) cujo conteúdo foi divulgado e pelo jornal "L'Équipe", Rabiot, de 23 anos, anunciou que não deseja estar no grupo ao qual Deschamps pode recorrer caso algum dos 23 convocados precise ser cortado.

A ausência do jovem meia do PSG na lista definitiva surpreendeu muitos por ter sido nome frequente nas convocações do técnico durante as Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo. Deschamps, no entanto, optou por Steven N'Zonzi, do Sevilla, para reforçar o meio.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte