Topo

Esporte

Torcedores planejam protesto em jogo da Bélgica por ausência de Nainggolan

23/05/2018 14h24

Bruxelas, 23 mai (EFE).- A ausência do meia Radja Nainggolan na pré-lista de convocação do técnico Roberto Martínez para a Copa do Mundo provocou críticas entre os torcedores, que planejam fazer dez minutos de silêncio como forma de protesto durante o próximo amistoso da seleção da Bélgica.

O grupo de torcedores da seleção belga "1895", reconhecida pela própria federação de futebol do país (URBSFA), convocou nesta quarta-feira um boicote no amistoso contra Portugal, no dia 2 de junho, e está incentivando que, durante os primeiros dez minutos de jogo, a torcida permaneça em silêncio e não incentive os jogadores.

Anteriormente, a URBSFA tinha considerado deixar o estádio Rei Balduíno vazio durante a partida, mas acabaram descartando a ideia por considerá-la "inviável".

Segundo informações do jornal "La Dernière Heure", o responsável de um dos clubes que pertencem à "1895", Dominique De Cock, afirmou que espera que os atletas compreendam que a ação será direcionada ao técnico e não a eles.

De Cock definiu o meia que atua pela Roma como "um jogador que sua a camisa em partidas oficiais e amistosos" e disse que é "parte do DNA da equipe".

"Sabemos que seria difícil colocá-lo no time titular porque ele joga na mesma posição que Kevin De Bruyne, mas Radja é mais forte do que alguns dos reservas escolhidos e deveria ir para a Copa mesmo que fosse para ficar no banco" lamentou Xavier Colson, líder de outro dos grupos.

Os membros da "1895" concordam em não colocar muita pressão sobre a seleção belga, da qual esperam uma boa atuação após o bom desempenho nas Eliminatórias, mas querem pressionar o técnico espanhol, que acaba de renovar o contrato com a Federação Belga por mais dois anos. Segundo os torcedores, Martínez terá que assumir a responsabilidade após a Copa se tudo der errado.

A polêmica pela ausência de Nianggolan chegou, inclusive, à sala de imprensa dos 'Diabos Vermelhos', onde, segundo o jornal "Le Soir", um assessor afirmou nesta quarta-feira que não seriam aceitas perguntas sobre o jogador durante a entrevista coletiva.

O meia, de 30 anos, anunciou no início desta semana sua aposentadoria da seleção belga em sua conta no Instagram.

"É de maneira muito relutante que anuncio que a minha carreira internacional chegou ao fim. Sempre fiz de tudo para representar meu país, mas ser você mesmo incomoda os outros. A partir de hoje, sou o torcedor nº 1 da seleção", escreveu.

A imprensa europeia especula que o motivo da ausência de Nainggolan teria a ver com o seu comportamento fora dos gramados, embora o Martínez já tenha declarado que foi uma escolha tática.

Na Copa do Mundo, a Bélgica estará no grupo G, junto com Panamá, Tunísia e Inglaterra. EFE.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte