Topo

Esporte

Na estreia de Loss, Timão cai diante Millionarios mas não perde liderança

24/05/2018 23h29

São Paulo, 24 mai (EFE).- O Corinthians desperdiçou oportunidades no primeiro jogo sob o comando de Osmar Loss e acabou derrotado em casa nesta quinta-feira pelo Millonarios por 1 a 0, resultado que não impediu o campeão brasileiro de ficar com a liderança do grupo 7 da Taça Libertadores, que também teve o Independiente avançando.

Na partida, a primeira depois do anúncio da saída do técnico Fábio Carille, que acertou transferência para o Al Wehda, da Arábia Saudita, o artilheiro solitário foi o meia colombiano César Carrillo, que, em linda finalização, balançou as redes aos 27 do segundo tempo.

Com isso, o Timão encerra a participação na fase grupos com dez pontos, mas contabilizando duas derrotas como anfitrião, pois, no início deste mês, já havia caído diante do Independiente por 2 a 1. Os últimos pontos marcados pela equipe em casa vieram da vitória sobre o Deportivo Lara por 2 a 0, em março.

O Corinthians foi o quinto time do Brasil a se garantir como líder de chave, o que já havia acontecido com Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio e Santos. O Flamengo é o único representante do país que passou como segundo colocado, enquanto o Vasco foi eliminado e disputará a sequência da Copa Sul-Americana.

O Independiente, por sua vez, carimbou o passaporte às oitavas ao bater o Deportivo Lara por 2 a 0, em casa. O meia Martín Benítez e o veterano atacante Emanuel Gigliotti marcaram os gols do jogo, que levaram a equipe argentina aos dez pontos, mas com saldo menor que o do Timão.

O Millonarios, com oito pontos, fecha a disputa da chave na terceira colocação e, com isso, passará a competir na Sul-Americana.

O Corinthians veio para a partida com um sentido desfalque no banco de reservas, já que o técnico Fábio Carille deixou o clube após quase um ano e meio. Osmar Loss, assim, fez estreia no comando do time, que atuou sem o goleiro Cássio e o lateral-direito Fagner, que já estão a disposição da seleção brasileira.

Classificado e com o primeiro lugar, praticamente, assegurado, o time paulista teve dificuldades para se impor contra um adversário que ainda buscava a vaga. Aos 5, o Millonarios chegou com perigo, com Del Valle arriscando de longe, em bola que passou muito perto do gol de Walter.

Pouco depois, aos 8, a equipe colombiana chegou com perigo mais uma vez, quando Rivas desviou de cabeça uma bola alçada na área e parou na defesa do goleiro do Alvinegro. A resposta veio no minuto seguinte, quando Romero serviu Maycon, que finalizou firme, mas para fora.

O Timão chegou bem mais uma vez aos 20, quando Pedrinho deixou Rodriguinho em ótimas condições, para se livrar da marcação e ficar frente a frente com Fariñez. O meia finalizou com categoria, mas parou em ótima defesa do goleiro venezuelano.

Aos 31, o Millonarios deu susto, ao balançar as redes, quando Del Valle completou de cabeça um cruzamento na área. O árbitro peruano Diego Haro, no entanto, anulou o lance, apontando impedimento do camisa 7 da equipe de Bogotá.

No segundo tempo, o time da casa tentou se impor logo e ficou mais tempo no ataque. Aos 9, Romero recebeu na esquerda, se livrou sem dificuldades da marcação e bateu cruzado, em bola que passou muito perto da trave esquerda de Fariñez.

Em alta velocidade, o Corinthians chegou bem aos 17 minutos, quando Rodriguinho apareceu livre diante do goleiro venezuelano, que fez defesa. No rebote, Romero bateu firme, mas Palacios conseguiu salvar em cima da linha.

Sempre perigoso, o Millonarios conseguiu balançar as redes aos 27, quando Carrillo, que havia entrado na etapa final, foi acionado na entrada da área e bateu firme, acertando o ângulo esquerdo Walter, que se esticou todo, mas não conseguiu evitar o golaço.

Empurrado pela torcida, o Timão foi para cima, em busca do empate e chegou a balançar as redes aos 41, quando Sidcley foi lançado na área e ajeitou para trás, para Maycon, que apareceu para estufar as redes. A arbitragem, no entanto, marcou impedimento do lateral-esquerdo.

O campeão brasileiro seguiu lutando, tentando criar mais na base da transpiração, do que da inspiração. Aos 48, Rodriguinho recebeu na intermediária e encheu o pé, mas, mais uma vez, o Timão parou em boa defesa de Fariñez.



Ficha técnica:.

Corinthians: Walter; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel, Maycon, Jadson (Junior Dutra) e Rodriguinho; Pedrinho (Mateus Vital) e Romero (Marquinhos Gabriel). Técnico: Osmar Loss.

Milionários: Fariñez; Jair Palacios, Janeiler Palacios, Figueroa e Banguero; De los Santos, Duque (Carrillo) e Rojas; Salazar (Aragón), Valencia (Quiñones) e Del Valle. Técnico: Miguel Ángel Russo.

Árbitro: Diego Haro (Peru), auxiliado pelos compatriotas Raúl López Cruz e Víctor Raez.

Gols: Carrillo (Millionarios).

Cartões amarelos: Mantuan (Corinthians); Rivas e Duque (Millonarios).

Estádio: Arena Corinthians, em São Paulo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte