Topo

Esporte

Zidane se torna 1º treinador tricampeão da Liga dos Campeões

26/05/2018 18h31

Redação Central, 26 mai (EFE).- O francês Zinedine Zidane entrou para a história da Liga dos Campeões ao se tornar o primeiro técnico a vencer três títulos consecutivos da maior competição de clubes da Europa, feito conquistado neste sábado, com a vitória sobre o Liverpool por 3 a 1 no Estádio Olímpico de Kiev.

'Zizou' se igualou, em número de taças, ao inglês Bob Paisley, que triunfou em 1976, 1977 e 1981 justamente à frente dos 'Reds', e ao italiano Carlo Ancelotti, vencedor em 2003 e 2007 pelo Milan e em 2014 comandando o Real, só que se tornou no único a realizar o feito em anos seguidos.

Zidane, que era auxiliar no último título de Ancelotti, chegou ao posto em janeiro de 2016, substituindo o espanhol Rafa Benítez. Desde então, ganhou três Ligas de Campeões, duas Supercopas da Europa, dois Mundiais de Clubes, um Campeonato Espanhol e uma Supercopa da Espanha.

Ironicamente, o sucesso que chegou rápido para o francês como treinador acabou demorando na carreira de jogador exatamente por duas derrotas em finais de Champions: em 1997, contra Borussia Dortmund, e 1998, para o Real Madrid, quando o meia defendia a Juventus.

Mas logo em seguida ele foi campeão do mundo pela França, derrotando o Brasil na decisão, e esperou mais quatro anos para chegar à glória europeia, pelos 'Blancos', em 2002, quando derrotou o Bayer Leverkusen, em Glasgow (Escócia).

Zidane deixa para trás a um grande grupo de treinadores que conseguiram o triunfo continental em duas ocasiões: José Villalonga (Real Madrid), Luis Carniglia (Real Madrid), Béla Guttman (Benfica), Helenio Herrera (Inter de Milão), Miguel Muñoz (Real Madrid), Nereo Rocco (Milan), Stefan Kovács (Ajax), Dettmar Cramer (Bayern de Munique), Brian Clough (Nottingham Forest), Ernst Happel (Feyenoord e Hamburgo), Arrigo Sacchi (Milan), Ottmar Hitzfeld (Borussia Dortmund e Bayern de Munique), Vicente del Bosque (Real Madrid), Alex Ferguson (Manchester United), José Mourinho (Porto e Inter de Milão), Josep Guardiola (Barcelona) e Jupp Heynckes (Real Madrid e Bayern de Munique).

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte