Topo

Esporte

Kempes teme que jogadores argentinos sejam alvo de pancadas na fase de grupos

30/05/2018 18h45

Buenos Aires, 30 mai (EFE).- O ex-atacante Mario Kempes, campeão do mundo com a Argentina em 1978, afirmou nesta quarta-feira que teme que os jogadores da seleção do país sejam alvo de faltas violentas na fase de grupos da Copa do Mundo, por considerar os jogadores de Islândia e Nigéria muito agressivos.

"Tenho medo da fase de grupos. Os jogadores da Islândia e da Nigéria não têm problema em dar um chute na cabeça do rival. Se a Argentina não entender que precisa jogar bem para ganhar das equipes do seu grupo, vai acabar sofrendo", disse.

A declaração de Kempes foi dada durante uma entrevista para a rádio argentina "El Mundo". O ex-atacante afirmou também que prefere que a sua seleção não seja considerada favorita.

"O melhor que pode acontecer à Argentina é não ser considerada candidata ao título. Se for como favorita ao lado de Espanha, Alemanha e Brasil, vai levar duas pancadas e voltará pra casa", acrescentou.

O artilheiro da Copa de 78 não acredita que o técnico Jorge Sampaoli conseguirá o "funcionamento perfeito" da equipe nos poucos dias que restam para o começo do torneio, e fez uma avaliação sobre o que seria, na sua opinião, o "problema" de Messi com a camisa argentina.

"Messi tem que ocupar muito espaço em campo quando joga pela seleção, enquanto que, no Barcelona, joga apenas no campo adversário. No Barcelona, Messi gosta de jogar. Vir para a seleção é um sacrifício para ele", concluiu.

Mais Esporte