Topo

Esporte

Guerrero chega à concentração da seleção peruana e é recebido por Gareca

31/05/2018 19h16

Lima, 31 mai (EFE).- Liberado para a disputa da Copa do Mundo pela justiça da Suíça, o atacante Paolo Guerrero chegou nesta quinta-feira à concentração da seleção peruana na Áustria, onde foi recebido com grande alegria pelo técnico Ricardo Gareca, segundo informações divulgadas pela federação de futebol do país (FPF) através das redes sociais.

"Foto do nosso capitão junto com o professor Gareca e Edwin Oviedo, presidente da Federação Peruana de Futebol", escreveu o organismo no Twitter como legenda para uma imagem de Guerrero, sorridente, ao lado do treinador e do dirigente.

Segundo imagens divulgadas pela imprensa local, após a calorosa recepção, Guerrero foi para o refeitório do hotel, onde estavam os outros jogadores do elenco da 'blanquirroja'.

Quando foi divulgada a decisão do tribunal suíço, Farfán, quem é um grande amigo do atacante do Flamengo, lhe deu as boas-vindas através do Instagram.

"Bem-vindo novamente, capitão. Sempre tive fé no meu irmão. Vocês não sabem a alegria que estou sentindo. Deus, só quero te agradecer por este belo momento e agradecer aos torcedores que sempre estiveram apoiando o meu irmão", postou.

Os dois jogadores se conhecem desde criança e jogaram juntos pelo Alianza Lima antes de se mudar para o futebol estrangeiro e chegar à seleção nacional.

Principal destaque da seleção, Guerrero testou positivo para um dos princípios ativos da cocaína no final do ano passado, e pegou 12 meses de punição, inicialmente. Esta suspensão caiu para seis meses, mas a Corte Arbitral do Esporte (CAS) apelou e conseguiu aumentar a pena para 14 meses, o que tiraria o jogador do Flamengo da Copa.

Porém, em última instância, o Tribunal Federal da Suíça anunciou nesta quinta-feira que acatou um pedido de suspensão da pena, feito pela defesa do peruano, considerando "os prejuízos de todo o tipo que o recorrente, que já tem 34 anos, sofreria ao ser impedido de participar de uma competição que será a coroação de sua carreira como jogador".

Mais Esporte