Topo

Esporte

Tabárez ficará perto de quebrar recorde de técnico mais velho das Copas

08/06/2018 21h10

Redação Central, 8 jun (EFE).- O uruguaio Óscar Tabárez, que comanda a 'Celeste' há mais de uma década, ficará perto de quebrar o recorde de Otto Rehhagel, técnico mais velho a treinar uma seleção em Copa do Mundo, a Grécia, em 2010, mas ficará em segundo lugar na lista por sete meses de diferença em relação ao alemão.

Na África do Sul, no dia da abertura do torneio, o comandante dos gregos tinha 71 anos, dez meses e dois dias, enquanto Tabárez terá 71 anos, três meses e doze dias, quando acontecer o pontapé inicial do Mundial na Rússia.

Rehhagel assumiu a liderança do ranking dos mais idosos treinadores em Copas ao ultrapassar o italiano Cesare Maldini, que morreu em 2016 e liderou do banco de reservas a seleção do Paraguai, em 2002, aos 70 anos, três meses e 26 dias.

No Mundial deste ano, o segundo colocado em idade será o argentino José Pekerman, da Colômbia, que no dia da abertura terá 68 anos, dez meses e dez dias. Fecha o pódio o holandês Bert van Marwijk, que estará à frente da Austrália com 66 anos e 26 dias.

Por outro lado, a marca do argentino Juan José Tramutola, que começou a Copa do Mundo de 1930 a frente da 'Albiceleste', que terminaria com o vice, com 27 anos, oito meses e 23 dias, não estará ameaçada.

O treinador mais jovem na Rússia será o senegalês Aliou Cissé, que disputou o torneio em 2002, como jogador e que comanda a seleção do país natal. Na abertura do Mundial, o ex-meia terá 42 anos, dois meses e 21 dias.

Depois, vem o espanhol Roberto Martínez, da Bélgica, com 44 anos, 11 meses e um dia, e o sérvio Mladen Krstajic, do terceiro adversário do Brasil na Copa, que terá 44 anos, três meses e dez dias no dia da primeira partida do torneio.

Mais Esporte