Topo

Esporte

Godín diz que não viu "má intenção" de Sergio Ramos em falta sobre Salah

14/06/2018 12h37

Ecaterimburgo (Rússia), 14 jun (EFE).- Diego Godín, zagueiro da seleção uruguaia, afirmou nesta quinta-feira em entrevista coletiva que não viu "má intenção" de Sergio Ramos na jogada em que o egípcio Mohammed Salah lesionou o ombro esquerdo na final da Liga dos Campeões da Europa entre Liverpool e Real Madrid.

Salah, destaque da seleção africana, trabalha para se recuperar a tempo da estreia do Egito na Copa do Mundo, contra o Uruguai. Durante a entrevista, Godín analisou a jogada que causou a lesão do egípcio.

"É uma pergunta inoportuna (sobre se houve maldade de Sergio Ramos no lance em que Salah saiu lesionado). São jogadores e sinceramente não acredito na má intenção de ninguém. Vi a jogada, foi uma das muitas que há no futebol e podem acontecer. Já me tiraram três dentes, o que vou dizer... São coisas que acontecem no futebol", explicou o uruguaio.

Além disso, o zagueiro declarou que o Uruguai não se preparou para o confronto com o Egito pensando somente em Salah.

"Nós estamos nos preparando há muito tempo para jogar o Mundial e não depende de um jogador. É um jogador importante, determinante e nos preparamos da mesma maneira estando ele em campo ou não. Estamos em concentração máxima".

Por último, Godín falou sobre o treinador da seleção uruguaia, Óscar Tabárez, para quem só fez elogios.

"Sua idade não tem nada a ver. Estamos há muito tempo juntos. O respeito que ele nos transmite dia após dia vai além. Simeone é o treinador da minha equipe, vivemos situações diferentes e aqui temos o "Mestre", por quem temos o maior respeito. Continuamos aprendendo a cada dia com ele", concluiu.

Mais Esporte