Topo

Esporte

Cinco técnicos treinaram seus filhos em Copas do Mundo

18/06/2018 17h43

Moscou, 18 jun (EFE).- Cinco técnicos chegaram a comandar seus filhos em partidas de Copa do Mundo na história de Mundiais, um fato que não se repete nesta edição do torneio, na Rússia.

O primeiro foi uruguaio Ondino Vieira, que convocou o filho, Milton, para o time da 'Celeste' que disputou o Mundial de 1966.

Trinta e dois anos depois, Cesare Maldine era o técnico da Itália na Copa do Mundo de 1998, na França, e seu filho, Paolo Maldini, era um dos melhores defensores do mundo e titular da 'Azzurra'.

No Mundial de 2006, na Alemanha, Zlatko Kranjcar, técnico da Croácia, comandou seu filho Niko. Mas o torneio poderia ter registrado um caso similar a mais.

Na Sérvia e Montenegro, Ilija Petkovic era o técnico e, depois do corte de Mirko Vucinic, convocou seu filho, Dusan Petkovic. A decisão foi muito criticada pela mídia local, o que fez com que o então zagueiro do OFK Belgrado pediu para se retirar da seleção.

Em 2010, na África do Sul, dois técnicos treinaram os filhos. Bob Bradley tinha Michael Bradley como uma das estrelas da seleção dos Estados Unidos. Já Vladimir Weiss escalou seu filho, de mesmo nome, em três dos quatro jogos da seleção do país no torneio.

Mais Esporte