Topo

Esporte

Jogadores dinamarqueses pagaram avião privado para lateral conhecer a filha

18/06/2018 06h47

Copenhague, 18 jun (EFE).- Os jogadores que disputam a Copa do Mundo pela seleção da Dinamarca alugaram um avião privado para que o lateral-esquerdo Jonas Knudsen pudesse viajar de volta ao país natal para conhecer a filha recém-nascida após a vitória por 1 a 0 sobre o Peru, no sábado passado.

Knudsen recebeu a permissão do técnico dinamarquês, Age Hareide, para se ausentar do treino de domingo e deve ser reintegrado ao grupo na Rússia nesta segunda-feira, segundo confirmou a Federação Dinamarquesa de Futebol (DBU) à televisão pública "DR".

O lateral, que foi surpreendido pelo gesto dos companheiros, foi pai na terça-feira passada, quando a seleção dinamarquesa já estava em território russo. O parto aconteceu duas semanas antes do esperado.

Knudsen não foi o primeiro jogador dinamarquês a ser pai desde que a seleção iniciou há duas semanas a preparação para a Copa do Mundo. Durante a concentração na Dinamarca, o meia Christian Eriksen, principal nome da equipe, recebeu vários dias de permissão para estar com o filho recém-nascido.

Eriksen desfalcou a seleção no amistoso sem gols contra a Suécia em Estocolmo, mas retornou a tempo para jogar e marcar na vitória por 2 a 0 sobre o México em Brondby, o último teste dinamarquês antes da Copa.

Mais Esporte