Topo

Esporte

Espanha busca primeira vitória na Copa contra forte esquema defensivo do Irã

19/06/2018 16h41

Kazan (Rússia), 19 jun (EFE).- Depois do empate por 3 a 3 com Portugal na estreia da Copa do Mundo, a Espanha busca nesta quarta-feira, na Kazan Arena, a primeira vitória sob o comando de Fernando Hierro e terá pela frente o valente Irã, que surpreendeu ao bater Marrocos, por 1 a 0, resultado que colocou a equipe de Carlos Queiroz na liderança do grupo B ao fim da primeira rodada.

Superado o terremoto às vésperas da primeira exibição no Mundial com a surpreendente demissão de Julen Lopetegui, a 'La Roja' aposta no conhecido estilo do 'tiki-taka' para repetir o bom jogo da estreia, que só não resultou em vitória porque Cristiano Ronaldo, autor de três gols, estava do outro lado do campo.

Em um Mundial marcado até agora pela incapacidade das favoritas de superar rivais menos badalados, a Espanha encara em Kazan uma situação similar. Assim como contra Marrocos, o Irã deve renunciar à posse de bola, armar um forte esquema defensivo e apostar nos contra-ataques, forçando o adversário a criar alternativas.

Como inspiração, Hierro usará uma tática utilizada por Vicente del Bosque em 2010: confiança após o erro. Depois de perder para a Suíça, por 1 a 0, na estreia do Mundial da África do Sul, o foco da crítica caiu sobre um inexperiente Sergio Busquets. Na época, o técnico saiu em defesa do atleta para protegê-lo.

O atual comandante da 'La Roja' não chegou a esse ponto, mas criou uma "redoma" similar em torno de David de Gea após o frango contra Portugal. O erro não custará a posição ao goleiro do Manchester United, que também foi defendido publicamente pelo capitão da seleção, Sergio Ramos, pelas redes sociais.

Com Diego Costa pondo freio ao interminável debate sobre o camisa 9 após marcar dois gols, a única dúvida de Hierro está na lateral direita. Dani Carjaval, recuperado de lesão, está pronto para voltar ao time, mas carece de ritmo. A primeira opção é Nacho Fernández, titular contra Portugal. No entanto, o jogador do Real Madrid cometeu o pênalti com o qual Cristiano abriu o placar na estreia.

O Irã chega para a partida com a tranquilidade e a confiança dos três pontos conquistados por Marrocos no último minuto no Estádio Krestovsky. Para Queiroz, o empate é um excelente resultado.

Por esse motivo, o técnico escalará uma equipe igualmente defensiva, mas com uma tática diferente. Queiroz deve abandonar a formação com três zagueiros usada na estreia para montar um 4-5-1, com Alireza Jahanbakhsh ou Sardar Azmoun como referência no ataque.

O treinador português também será obrigado a fazer mudanças por lesão. Roozbeh Chesmi, titular na estreia, está fora da Copa do Mundo após sentiu um problema na coxa em um dos treinamentos de preparação para a 'La Roja'. Milad Mohammadi deve entrar no lugar do zagueiro, fazendo a lateral-direita.

Por outro lado, Queiroz terá a volta de Mehdi Taremi, que entrou apenas no fim do jogo do Marrocos, recuperado plenamente de lesão, e de Saeid Ezatolahi, jovem promessa do futebol iraniano, suspenso no primeiro jogo por expulsão ainda nas Eliminatórias Asiáticas.

Após surpreender Marrocos e terminar a rodada líder em um grupo com duas potências, o Irã ainda sonha com uma classificação improvável, mas agora menos impossível.



Prováveis escalações:.

Irã: Bereinvard; Mohammadi, Pouraliganji, Ansarifard e Rezaiean; Shojaei, Ebrahimi, Ezatolahi e Taremi; Jahanbakhsh (Azmoun). Técnico: Carlos Queiroz.

Espanha: De Gea; Carvajal (Nacho), Piqué, Ramos e Alba; Busquets, Koke, Iniesta, Silva e Isco; Diego Costa. Técnico: Fernando Hierro.

Árbitro: Andrés Cunha (Uruguai), auxiliado pelos compatriotas Nicolás Taran e Mauricio Espinosa.

Estádio: Kazan Arena, em Kazan.

Mais Esporte