Topo

Esporte

Tabárez admite que Uruguai jogou "mal" e culpa calor "insuportável"

20/06/2018 15h29

Rostov (Rússia), 20 jun (EFE).- O técnico da seleção do Uruguai, Óscar Tabárez, admitiu nesta quarta-feira que sua equipe jogou "mal", especialmente no primeiro tempo, e deu como desculpa o calor, que qualificou de "insuportável".

"A única coisa que me surpreendeu nesta partida foi o futebol que jogamos no primeiro tempo", disse o treinador em entrevista coletiva na Rostov Arena.

Tabárez reconheceu que a equipe terá que "melhorar" na próxima fase da Copa do Mundo, em que a Celeste pode enfrentar Espanha ou Portugal.

"Até que o torneio comece não sabemos como estamos (...), quanto ao rendimento", explicou.

O treinador afirmou que agora o Uruguai se propõe a "lutar pelo primeiro lugar do Grupo A" no próximo jogo contra o país anfitrião, a Rússia, que marcou oito gols nas primeiras duas partidas e, por conta do saldo, tem a vantagem do empate para ficar com a liderança da chave.

"Com certeza queremos ter mais chances de gol. Mas o equilíbrio é a marca da Copa do Mundo", comentou.

Além disso, Tabárez negou que jogar bem se resuma a controlar a bola e comemorou o fato de o Uruguai não ter sofrido gols, levado cartões e que não tenha jogadores lesionados.

O treinador defendeu Luis Suárez e lembrou que o atacante hoje completou 100 jogos com a camisa da seleção uruguaia.

"Além de completar 100 jogos, marcou o gol da vitória (...). Marcou, lutou, defendeu e trabalhou na recuperação. Ele é assim...é a sua generosidade", apontou.

Tabárez também disse que os atacantes vivem de "sequências positivas ou negativas" e destacou que o caso de Cristiano Ronaldo, que marcou quatro gols em dois jogos, é algo fora do normal.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte