Topo

Esporte

Uruguai vence Arábia Saudita e se garante nas oitavas ao lado da Rússia

20/06/2018 14h31

Redação Central, 20 jun (EFE).- O Uruguai voltou a ficar devendo no ataque e teve uma nova atuação tímida na Copa do Mundo, mas venceu a Arábia Saudita por 1 a 0 nesta quarta-feira, com gol de Luis Suárez, em Rostov-no-Don, e se classificou para as oitavas de final pelo grupo A.

O resultado, além disso, também garantiu a Rússia na próxima fase, já que os sauditas e a outra seleção do grupo, o Egito, não somaram pontos e vão se enfrentar na última rodada, enquanto russos e uruguaios têm seis. A primeira posição da chave será decidida na próxima segunda-feira, em Samara. Como levam vantagem no saldo de gols, os donos da casa têm a vantagem do empate no duelo contra a 'Celeste'.

O jogo de hoje na Rostov Arena foi marcado pelo baixo nível técnico e por poucas oportunidades de gol, com os uruguaios encontrando dificuldades para entrar na defesa saudita e mostrando falta de ímpeto para ampliar o placar no segundo tempo.

Em sua 100ª partida com a camisa do Uruguai, Suárez foi o autor do único gol do jogo e se tornou o primeiro uruguaio a balançar a rede em três Copas.

Precisando golear a Arábia Saudita para ficar em uma melhor situação na busca pela liderança da chave, a 'Celeste' pareceu estar mais preocupada em garantir os três pontos. A primeira grande chance só apareceu aos 14 minutos, quando Varela salvou uma bola que estava saindo pela linha de fundo e cruzou para Suárez, praticamente sem ângulo, chutar na rede pelo lado de fora, com desvio do zagueiro.

O próprio camisa 9 fez o gol que abriu o placar, aos 22. Após cobrança de escanteio, o goleiro Alowais saiu muito mal, e o artilheiro, bem posicionado, não teve trabalho para escorar para o fundo da rede.

Logo em seguida, Cavani quase ampliou, mas foi travado pela zaga na hora da conclusão. Os sauditas ainda tiveram duas boas oportunidades para empatar antes do intervalo. Na primeira, Muslera espalmou sobre o travessão um chute perigoso de Al-Jassim. Cinco minutos depois, Bahebri, sozinho na área, finalizou mal o cruzamento que chegou na marca do pênalti.

As duas equipes voltaram sem alterações para o segundo tempo, que também teve poucas emoções. Os comandados por Óscar Tabárez tiveram chance de ampliar o placar aos 17 minutos, quando Cavani encontrou Sánchez na grande área, mas o meia errou bisonhamente a cabeçada.

O Uruguai só voltou a assustar aos 34, após um chute de Torreira de fora da área. A bola desviou em Cavani e enganou o goleiro saudita, mas saiu rente à trave direita.

Sem nenhuma inspiração, os uruguaios mantiveram o ritmo monótono de "jogar para o gasto", enquanto os sauditas, com pouca qualidade técnica, sequer levaram alguma ameaça ao gol de Muslera até o apito final.



Ficha técnica:.

Uruguai: Muslera; Varela, Godín, Giménez e Cáceres; Vecino (Torreira), Carlos Sánchez (Nández), Bentancur e Rodríguez (Laxalt); Cavani e Suárez. Técnico: Óscar Tabárez.

Arábia Saudita: Alowais; Al Burayk, Osama Hawsawi, Al Bulaihi, Al Shahrani; Otayf, Al Faraj, Al Jassim (Al Mogahwi), Bahebri (Kanno), Al Dawsari; Al Muwallad (Al Sahlawi). Técnico: Juan Antonio Pizzi.

Árbitro: Clément Turpin (França), auxiliado pelos compatriiotas Nicolas Danos e Cyril Gringore.

Gol: Suárez (Uruguai).

Estádio: Rostov Arena, em Rostov-no-Don.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte