Topo

Esporte

Imprensa argentina detona seleção e fala em "catástrofe" e "papelão"

21/06/2018 18h21

Buenos Aires, 21 jun (EFE).- A imprensa da Argentina não perdoou a seleção do país nesta quinta-feira, após derrota para a Croácia por 3 a 0, pela segunda rodada do grupo D da Copa do Mundo, resultado que deixou Lionel Messi e cia. à beira da eliminação.

O atacante Ante Rebic, e os meias Luka Modric e Ivan Rakitic marcaram os gols da partida, disputada no estádio Nizhny Novgorod.

Com isso, os vice-campeões mundiais ficaram com apenas um ponto, precisando torcer para que a Islândia não vença amanhã a Nigéria. Isso porque, caso a seleção nórdica obtenha os três pontos, poderá até fazer um "jogo de compadres" com os croatas na última rodada.

"A Argentina passou vergonha contra a Croácia e colocou em xeque seu futuro no Mundial", diz a manchete do site do jornal "La Nación", que foi publicada acompanhada com uma grande foto de Messi, de costas e cabisbaixo.

O jornal "Clarín" também colocou o camisa 10 na capa da edição online, classificando o resultado como uma "catástrofe", destacando também o erro do goleiro Willy Caballero, no primeiro gol da seleção do Leste Europeu.

"A Argentina decepcionou e está com um pé fora do Mundial. Foi uma goleada e não houve resposta em nenhum momento. Um erro gravíssimo de Caballero foi o começo do pesadelo. Messi quase não tocou na bola e houve insultos a Sampaoli", aponta a publicação.

A emissora de televisão "Crónica" voltou as baterias contra o treinador da seleção argentina, questionando: "Que horas Sampaoli pedirá demissão?".

Sempre irônico nas vitórias e ácido nas derrotas, o jornal esportivo "Olé" definiu a derrota para os croatas como "papelão", além de ter colocado Caballero como um dos destaques negativos da partida.

Mais Esporte