Topo

Esporte

Pressionado após empate, Brasil tenta confirmar favoritismo contra Costa Rica

21/06/2018 13h44

(Atualiza com confirmação da escalação da Costa Rica).

São Petersburgo, 21 jun (EFE).- Ainda sem convencer nesta Copa do Mundo, depois de ter empatado com a Suíça em 1 a 1 na estreia, no último domingo, a seleção brasileira enfrentará a Costa Rica nesta sexta-feira, em São Petersburgo, e terá de lidar com a ansiedade em busca pela primeira vitória.

A pressão por um bom resultado estará dos dois lados no estádio Krestovsky. O Brasil vinha de uma sequência de nove triunfos em estreias em Copas e até fez um bom primeiro tempo em Rostov-no-Don, mas teve dificuldade na criação na etapa final e ainda sofreu a igualdade em uma falha da zaga após cobrança de escanteio.

A Costa Rica, por sua vez, vinha com moral alto por ter chegado às quartas de final pela primeira vez na história há quatro anos, mas perdeu para a Sérvia por 1 a 0, também no sábado. Com isso, uma derrota nesta sexta representaria uma eliminação precoce.

A concentração da equipe pentacampeã mundial em Sochi passou por turbulências. O primeiro assunto foram as queixas feitas à Fifa por considerar que houve irregularidade no gol da Suíça. A CBF chegou a pedir os áudios e os vídeos da conversa do árbitro de campo com os responsáveis pelo VAR, mas não foi atendida.

Depois disso, na terça-feira, Neymar deu um susto ao deixar o treinamento com menos de 15 minutos devido a dores no tornozelo direito. Contudo, depois de um tratamento intensivo, o camisa 10 se exercitou novamente nesta quarta e não deverá ser problema para a partida.

O técnico Tite não confirmou, mas provavelmente vai repetir a equipe titular da estreia com Philippe Coutinho por dentro, Willian na ponta direita e Neymar pela esquerda. O meia Fred, que não pôde ser relacionado contra a Suíça devido a uma lesão no tornozelo direito, poderá ficar no banco.

Entre os 'Ticos', também houve certa tensão ao longo da semana. O capitão da equipe, Bryan Ruiz, e o presidente da Federação Costarriquenha de Futebol, Rodolfo Villalobos, tiveram de ir a público negar que haja um conflito interno depois do vazamento de um vídeo de uma bolada em uma roda de bobinho durante um treino.

Na parte puramente esportiva, o técnico Óscar Ramírez não abrirá mão do esquema 5-4-1, mas fará uma alterção, segundo confirmou em entrevista coletiva. O lateral esquerdo Bryan Oviedo ganhará a posição de Francisco Calvo. Outro que tinha chances de entrar, o meia-atacante Joel Campbell seguirá no banco de reservas.

O Brasil já enfrentou a Costa Rica duas vezes em Copas do Mundo, ambas as vezes na fase de grupos, e venceu em ambas. Em 1990, também pela segunda rodada, fez 1 a 0, e em 2002, pela terceira, com a classificação para as oitavas de final garantida, levou a melhor por 5 a 2.



Prováveis escalações:.

Brasil: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus. Técnico: Tite.

Costa Rica: Navas; Gamboa, Acosta, González, Duarte e Oviedo; Guzmán, Borges, Ruiz e Campbell; Ureña. Técnico: Óscar Ramírez.

Árbitro: Bjorn Kuipers (Holanda), auxiliado pelos compatriotas Sander van Roekel e Erwin Zeinstra.

Estádio: Krestovsky, em São Petersburgo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte