Topo

Esporte

Técnico suíço se nega a responder perguntas sobre jogadores de origem kosovar

21/06/2018 14h58

Saransk (Rússia), 21 jun (EFE).- O técnico da seleção suíça, Vladimir Petkovic, se negou a responder nesta quinta-feira perguntas de jornalistas sérvios sobre três jogadores do elenco que têm origem em Kosovo, território localizado na península dos Balcãs, na região da antiga Iugoslávia.

As questões se referiam aos volantes Valon Behrami e Granit Xhaka, e ao meia-atacante Xherdan Shaqiri, que teriam direito a defender a seleção do Kosovo, se assim quisessem, por terem a cidadania da região pleiteada pelos sérvios, embora a maioria da população local tenha origem albanesa.

Os jornalistas da Sérvia, cuja seleção é a próxima adversária da Suíça, questionavam o técnico sobre uma maior motivação de encarar o próximo duelo pelo grupo E da Copa do Mundo, em partida que será disputada amanhã, em Kaliningrado.

"Não quero falar sobre isso, só quero falar sobre futebol. Fizemos um grande jogo contra o Brasil, mas não é suficiente. Assim, temos que jogar melhor contra a Sérvia, temos que fazer o nosso melhor para vencer", disse Petkovic, que nasceu em Sarajevo, na Bósnia, tem descendência croata e se naturalizou suíço.

O comandante da seleção que empatou na primeira rodada com o Brasil em 1 a 1, ainda rechaçou qualquer favoritismo no jogo da segunda rodada, destacando que sua preocupação é o desempenho no próximo compromisso pelo Mundial.

"Temos que mostrar em campo. Sempre queremos ser os melhores e, nesta sexta-feira, será igual. Precisamos estar concentrados no que acontece em campo, porque jogaremos com uma grande equipe, com muita qualidade individual", avaliou.

Petkovic minimizou o retrospecto da própria seleção, que só perdeu uma das últimas 23 partidas que disputou - para Portugal, pelas Eliminatórias, em outubro do ano passado -, garantindo que só a vitória interessa na próxima partida.

"As estatísticas não significam nada. Inicialmente, não nos conformamos com um ponto. Sempre vamos em busca da vitória e dos três pontos. Temos que nos concentrar no nosso jogo e correr mais do que eles, como fizemos contra o Brasil", disse

O técnico da Suíça ainda admitiu que Behrami é dúvida para o jogo de amanhã, mas esperará até o momento final para definir se o volante entrará em campo ou não.

"Ele teve problemas no treino. Durante os últimos dias, esteve recebendo cuidados nos adutores. Amanhã, até o fim da manhã, não decidirei se mudarei a equipe ou não", explicou Petkovic.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte