Topo

Esporte

Líderes contra as expectativas, Japão e Senegal duelam por vaga antecipada

23/06/2018 09h29

Moscou, 23 jun (EFE).- Contrariando o favoritismo de Colômbia e Polônia, o duelo entre Japão e Senegal, líderes do grupo H da Copa do Mundo, pode sacramentar a classificação antecipada de um dos países às oitavas de final já neste domingo, ao meio-dia (horário de Brasília), em Ecaterimburgo.

Caso colombianos e poloneses empatem na Arena Kazan, um triunfo no Estádio Central garantirá o vencedor na próxima fase. O Japão, que superou a Colômbia por 2 a 1 na estreia, conseguiu passar de fase em 2002, quando sediou a competição junto com a Coreia do Sul, e em 2010, na África do Sul. Senegal, que derrotou a Polônia pelo mesmo placar, avançou na única vez que disputou o torneio, em 2002.

O meia Keisuke Honda, que começou o primeiro jogo na reserva e cobrou o escanteio que resultou o segundo gol japonês, tem sofrido com problemas físicos que não garantem a sua participação na próxima partida.

A seleção japonesa sabe que o duelo não será fácil e o técnico, Akira Nashino, vem alertando aos jogadores sobre as dificuldades que encontrarão.

"Senegal joga muito organizado e é muito sólido na defesa, algo não muito comum em equipes africanas. Tem força, velocidade, e sabe jogar coletivamente. Precisaremos conduzir a bola, ser agressivos e rápidos para termos chances", disse.

Apesar de ter alguns jogadores renomados, Senegal também contrariou as expectativas ao derrotar a Polônia. Considerada há anos a equipe mais regular da África, a seleção treinada por Aliou Cissé também busca a vaga com uma rodada de antecedência.

Um dos destaques senegaleses na estreia foi Salif Sané, irmão do ex-capitão Lamine Sané, que conseguiu anular o atacante Robert Lewandowski. Adorado no país, o volante representa bem os valores que o técnico quis passar ao grupo, ordem e polivalência, de modo que a equipe se pareça mais com as formações de outros continentes.

Outra esperança de Senegal contra o Japão é o atacante M'Baye Niang, autor do gol da vitória e eleito melhor jogador da partida contra a Polônia.

Por terem recebido cartões amarelos na primeira rodada, o goleiro japonês Eiji Kawashima e os volantes senegaleses Salif Sané e Idrissa Gueye estão pendurados.



Prováveis escalações:.

Senegal: N'diaye; Wagué, Sané, Koulibaly e Sabaly; Gueye, N'diaye, Sarr e Mané; Diouf e Niang. Técnico: Aliou Cissé.

Japão: Kawashima; Sakai, Yoshida, Shoji e Nagatomo; Hasebe, Shibasaki, Haraguchi, Inui e Kagawa; Osako. Técnico: Akira Nishino.

Árbitro: Gianluca Rocchi (ITA), auxiliado pelos compatriotas Elenito Di Liberatore e Mauro Tonolini.

Estádio Central, em Ecaterimburgo (Rússia).

Mais Esporte