Topo

Esporte

Técnico da Suécia reclama da comemoração dos alemães após vitória em Sochi

23/06/2018 19h52

(Corrige primeiro e segundo parágrafos).

Sochi (Rússia), 23 jun (EFE).- O treinador sueco Janne Andersson admitiu neste sábado que não gostou da comemoração dos integrantes da comissão técnica da seleção alemã, ao término do jogo disputado em Sochi, que terminou com vitória dos atuais campeões mundiais por 2 a 1, pela segunda rodada do grupo F da Copa do Mundo.

"Me irritou. Alguns dos líderes celebraram correndo em nossa direção e nos provocando com gestos. Uma falta de respeito. Me irritou terrivelmente", lamentou o comandante dos nórdicos, que sofreram a virada aos 50 minutos do segundo tempo, com gol de falta do meia Toni Kroos.

Andersson lamentou o resultado, já que a vitória parcial até o início da etapa final, garantia a classificação dos suecos, e o empate os deixava a mais um ponto da classificação, eliminando os campeões mundiais.

"Este, provavelmente, é o fim mais de jogo mais pesado da minha carreira. Mas, o grupo segue aberto. Temos chance de curar nossas feridas e voltar para a próxima partida", disse o treinador.

Com três pontos, a Suécia pegará na última rodada o México, que tem seis. A Alemanha também aparece com três e encarará na próxima quarta-feira a Coreia do Sul, que está zerada.

Mais Esporte