Topo

Esporte

Auxiliar técnico da Sérvia define Brasil: "improviso e qualidade individual"

24/06/2018 17h04

Saransk (Rússia), 24 jun (EFE).- O auxiliar técnico da Sérvia, Milan Rastavac, definiu neste domingo o jeito de jogar da seleção brasileira como um time que atua na improvisação e dependendo da qualidade individual de seus jogadores.

"Brasil e Sérvia têm dois estilos de jogo totalmente diferentes. A seleção brasileira aposta na forte qualidade individual e vai depender muito do estado emocional da equipe e também da nossa resposta. O seu jogo é, em grande parte, de improvisação, e devemos responder a isso", avaliou.

Para o ajudante do técnico Mladen Krstajic, o Brasil exige uma preparação diferente da que foi feita contra os outros adversários.

"O mais importante é a nossa união, jogar como equipe. A imagem da nossa seleção ficou ligeiramente distorcida depois da partida contra a Suíça. Corremos, jogamos com velocidade e tivemos bons momentos no jogo. Mas agora estamos falando do Brasil, e precisamos da vitória. Estamos pensando em como melhorar nosso ataque para levar perigo para a seleção brasileira", explicou.

Rastavac minimizou a preocupação sobre como parar Neymar em campo, dando a entender que não será uma tarefa difícil.

"O melhor jeito é com uma cooperação defensiva. Muitas equipes seguem Neymar em campo por todos os lados. Nós aprendemos", concluiu.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte