Topo

Esporte

Bruno de Carvalho é cassado da presidência do Sporting

24/06/2018 07h43

Lisboa, 24 jun (EFE).- Os sócios do Sporting derrubaram do cargo o presidente do clube, Bruno de Carvalho, após uma votação na qual era questionada a continuidade do dirigente e que terminou com 71,38% de votos contrários ao mandatário.

Um total de 14.735 sócios participou do pleito, mais um capítulo do conturbado momento vivido pelo clube de Lisboa, que recentemente perdeu nove jogadores com contrato rescindido unilateralmente na justiça.

O presidente da atual Assembleia Geral do Sporting, Jaime Marta Soares, havia anunciado que, se os sócios decidissem destituir Bruno de Carvalho, as eleições à presidência aconteceriam em 8 de setembro.

Nos últimos dois meses, o Sporting passou por uma série de problemas. Uma série de maus resultados levou torcedores a invadir o centro de treinamentos e agredir jogadores e integrantes da comissão técnica, em 15 de maio. Cinco dias depois, a equipe foi derrotada pelo modesto Desportivo Aves na final da Taça de Portugal, o que agravou a crise.

No último mês, nove dos principais jogadores do elenco decidiram rescindir contrato com o clube, entre eles o grande ídolo atual da torcida, o goleiro Rui Patrício, titular da seleção portuguesa. Também deixaram os 'Leões' os meio-campistas William Carvalho, Bruno Fernandes, Gelson Martins, Rodrigo Battaglia e Rubén Ribeiro e os atacantes Bas Dost, Daniel Podence e Rafael Leão.

Bruno de Carvalho publicou nas redes sociais que não tentaria impugnar a votação, embora a considerasse irregular.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte