Topo

Esporte

Fagner diz que sua melhor preparação é treinar diariamente com Neymar

24/06/2018 17h04

Sochi (Rússia), 24 jun (EFE). O lateral Fagner minimizou em entrevista coletiva neste domingo a pouca experiência no futebol internacional, alegando que sua melhor preparação é treinar todos os dias com Neymar e outros jogadores ofensivos da seleção brasileira.

"Isso não me preocupa. O nível de enfrentamento na seleção, nos treinamentos, me tranquiliza. Isso me permite enfrentar qualquer adversário. Jogar com Neymar, Douglas Costa, Willian, Taison, me prepara para qualquer situação", explicou.

Apesar de atuar no Brasil, o lateral, que hoje defende o Corinthians, teve duas passagens por clubes europeus: no PSV Eindhoven (2007 a 2008) e no Wolfsburg (2012 a 2013).

Fagner ganhou a vaga na convocação de Tite após a lesão de Daniel Alves, titular da lateral da seleção brasileira, e ficou no banco no primeiro jogo do Brasil na Copa, contra a Suíça. Sua estreia aconteceu na segunda rodada, na vitória por 2 a 0 sobre a Costa Rica, após Danilo se machucar e ser cortado no dia anterior ao jogo.

"Meu desejo é trabalhar para melhorar, e por isso me exijo todos os dias. Sei dos jogadores que já passaram pela minha posição, quero estar bem para deixar meu nome na história", enfatizou.

Os jogadores brasileiros treinaram neste domingo com foco na partida contra a Sérvia, pela última partida da fase de grupos, na próxima quarta-feira. As duas seleções vão em busca da vaga nas oitavas de final.

"O mais importante agora é a classificação. Depois da partida contra a Costa Rica, tivemos dois dias para nos recuperar fisicamente e agora vamos trabalhar as estratégias do treinador para enfrentar a Sérvia. Sabemos que será uma partida difícil", avaliou.

Nas atividades de hoje em campo, apenas duas ausências: Danilo e Douglas Costa, que ainda se recuperam de dores musculares.

Tite não deu pistas sobre a equipe titular que deve começar contra os sérvios, mas deve levar a campo Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Willian (Renato Augusto), Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

O Brasil lidera o grupo E com quatro pontos, mesma pontuação da Suíça, segunda colocada, com um saldo menor de gols. Para conquistar a vaga na próxima fase, os brasileiros precisam, no mínimo, empatar com a Sérvia, terceira do grupo, com três pontos.

Mais Esporte