Topo

Esporte

Suecos saem defesa de Durmaz, responsável por falta que originou gol alemão

24/06/2018 05h49

Redação Central, 24 jun (EFE).- A seleção sueca saiu em defesa do meia Jimmy Durmaz, alvo de insultos em redes sociais por ter cometido a falta que originou o segundo gol da Alemanha na derrota para os atuais campeões por 2 a 1 neste sábado, pela segunda rodada do grupo F da Copa do Mundo.

O jogador do Toulouse, que entrou em campo aos 28 minutos do segundo tempo, recebeu centenas de insultos na sua conta no Instagram, alguns deles racistas, por derrubar Timo Werner à beira da área. Toni Kroos cobrou a infração em uma jogada ensaiada e marcou o segundo dos alemães, aos 49.

"Sempre recebi comentários odiosos nas minhas redes sociais. Não há perigo, que continuem fazendo. Quando alguém sofreu por toda a vida, já está acostumado, então não me importa. Estou aqui, orgulhoso de representar o meu país", disse o jogador, de origem assíria.

Os insultos a Durmaz provocaram centenas de comentários de apoio ao jogador na mesma rede social, além do afago de vários de seus companheiros.

"Isso é de mais, me deixa de muito mau humor. As pessoas não terem mais respeito é muito incômodo. Eu os diria umas verdades se os encontrasse. Não pode acontecer, me irrita muito e me deixa triste", lamentou o meia Emil Forsberg.

O zagueiro Pontus Jansson denunciou que os comentários racistas "não têm nada a ver" com o futebol, negou que a derrota tenha sido culpa de apenas um jogador e salientou: "Durmaz sabe que todos estamos com ele, assim como a maior parte da sociedade sueca".

Mais Esporte