Topo

Esporte

Tadic afirma que Sérvia superou derrota e entrará motivada contra o Brasil

24/06/2018 14h51

Saransk (Rússia), 24 jun (EFE).- O meia Dusan Tadic destacou que a Sérvia já deixou de lado a derrota por 2 a 1 para a Suíça e que a seleção está focada na partida da próxima quarta-feira contra o Brasil, na qual ambas as equipes brigarão para ir às oitavas de final da Copa do Mundo na Rússia.

"Quando o rival é o Brasil, a motivação já é enorme. Sabemos o que esta partida significa para nós. Todos sonhamos com esta partida e com o momento de conseguir a vaga na próxima rodada", comentou em coletiva de imprensa.

Só a vitória interessa para a Sérvia, que ocupa a terceira posição do grupo A, com três pontos, um a menos que Brasil e Suíça, segunda colocada. É possível que brasileiros e sérvios passem com um empate, contanto que a Costa Rica vença a seleção suíça por dois ou mais gols de diferença.

"Precisamos ser inteligentes na partida contra o Brasil. Nunca com um excesso de pressão. Podemos colocá-los em perigo com uma boa organização, mas também devemos prestar atenção na defesa porque se deixarmos muito espaço eles podem ser muito perigosos", advertiu.

Na opinião de Tadic, a derrota para a Suíça já é passado e a equipe está confiante para enfrentar a seleção brasileira.

"Já passou, precisamos manter a cabeça fria. Somos cientes que temos muito apoio na Sérvia e faremos todo o possível pela classificação. Não será fácil, mas somos otimistas. É bom que só dependemos de nós", declarou.

Sobre as reclamações feitas pelos jogadores sérvios devido à não marcação de um pênalti contra a Suíça, Tadic revelou que o grupo se reuniu para debater o assunto e virar a página.

"Todos dissemos o que sentíamos. O árbitro nos prejudicou, mas agora precisamos melhorar. Espero que possamos estender a nossa estadia na Rússia porque é muito agradável para nós. Acredito que podemos ganhar do Brasil. Não será fácil, mas podemos", analisou.

"A preparação tática para a partida contra o Brasil é mais fácil, mas ainda não se falou da questão mental. Todos no mundo gostariam desta oportunidade de jogar contra o Brasil. Este é o sonho de todos os jogadores porque a todos gostam do Brasil", concluiu.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte