Topo

Esporte

Austrália joga últimas esperanças contra Peru, que busca despedida honrosa

25/06/2018 11h38

Sochi (Rússia), 25 jun (EFE).- A Austrália enfrenta o Peru nesta terça-feira no Estádio Olímpico Fisht, em Sochi, ainda sonhando com a classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo, enquanto os sul-americanos tentam uma vitória para se despedir da competição.

Após perder na estreia para a França e empatar com a Dinamarca, os australianos tem apenas um ponto no grupo C, mas ainda pode ficar com a vaga dependendo de uma combinação de resultados.

A meta é vencer peruanos, já eliminados, e torcer por uma derrota dos dinamarqueses para os franceses, classificados para a próxima fase, tirando a diferença de dois gols de saldo para o adversário.

Com o risco da eliminação, o técnico Bert van Marwijk tem sido pressionado por imprensa e torcida, principalmente sobre a utilização do ídolo Tim Cahill.

Aos 38 anos, o herói da classificação australiana para a Copa é o artilheiro histórico da seleção com 50 em 105 partidas, mas não vem em boa temporada e teve poucas chances de jogar pelo Millwall, da segunda divisão do Campeonato Inglês.

Cahill não esteve na derrota por 2 a 1 para os franceses e nem no empate por 1 a 1 com a Dinamarca. Mas, na cabeça do treinador, o atacante não é nem segunda opção. Mesmo com a lesão do centroavante Andrew Nabbout, as opções parecem ser Jaime McLaren ou Tom Juric.

"Estamos prontos para jogar, tanto Tim, Jaime quanto eu. Quem quer que seja escolhido, estará em condições para esta grande partida", declarou Juric na prévia da partida.

Já o eliminado Peru entra em campo para o último jogo no Mundial. Mas se engana quem acha que o time entrará desmotivado em campo. A sensação geral é de obrigação para terminar de forma honrosa a campanha que marcou a volta da seleção ao torneio após 36 anos.

Sem marcar nenhum gol no torneio após duas derrotas por placares mínimos para Dinamarca e França, a equipe de Ricardo Gareca busca não só balançar a rede, mas também uma vitória.

A esperança de gols é o atacante Paolo Guerrero, que diz que o grupo tem consciência de que pode mais.

"Queremos buscar os três pontos para dar uma pequena alegria aos peruanos que estão nos apoiando", afirmou o jogador do Flamengo.

As atuações da seleção peruana foram dignas e os comandados de Gareca até tiveram chances para sair com resultados melhores, mas pecaram nos momentos de conclusão ao gol. Desta forma, o técnico deve privilegiar a manutenção do time, esperando uma redenção neste jogo derradeiro.

O atacante Jefferson Farfán sofreu uma pancada na cabeça no sábado passado durante um treino, que o deixou inconsciente por alguns minutos. Reserva no último jogo, ele foi diagnosticado com uma concussão e foi internado em uma clínica de Moscou.

Outro problema é zagueiro central Alberto Rodríguez, que se lesionou contra a França e deixará o seu posto para a entrada de Anderson Santamaría. Renato Tapia, que desmaiou após um forte choque na partida inaugural, diante da Dinamarca, deve seguir de fora.



Prováveis escalações:.

Peru: Gallese; Advíncula, Ramos, Santamaría e Trauco; Aquino (Tapia), Flores, Carrillo, Cuevas e Yotún; Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca.

Austrália: Ryan; Behich, Sainsbury, Milligan, Josh Risdon; Aaron Mooy, Mile Jedinak, Massimo Luongo, Robbie Kruse; Jaime McLaren (Tom Juric) e Mathew Leckie. Técnico: Bert Van Marwijk.

Árbitro: Serguei Karasev (RUS), auxiliado pelos compatriotas Anton Averyanov e Tikhon Kalugin.

Estádio: Olímpico Fisht, em Sochi.

Mais Esporte