Topo

Esporte

França põe elenco à prova contra Dinamarca, que precisa de empate

25/06/2018 11h51

Moscou, 25 jun (EFE).- Já garantida nas oitavas de final da Copa do Mundo, a França terá o privilégio de poder rodar o elenco nesta terça-feira, no estádio Luzhniki, na busca pela liderança do grupo C da Copa do Mundo enfrentando a Dinamarca, que precisa de um empate para se classificar sem depender de outros resultados.

Os 'Bleus' são líderes da chave, com seis pontos, enquanto a campeã europeia de 1992 é a segunda colocada, com quatro. A Austrália vem em terceiro lugar, com um, e ainda tem chances de avançar, mas para isso precisará derrotar o já eliminado Peru, em Sochi, torcer pelos franceses e ainda superar os dinamarqueses nos critérios de desempate.

Nesse cenário, um empate beneficiaria as duas equipes, já que a campeã mundial de 1998 ficaria com a primeira posição e Christian Eriksen e companhia obteriam a vaga entre os 16 melhores pela primeira vez desde 2002. Entretanto, o técnico da França, Didier Deschamps rechaçou qualquer possibilidade de um "jogo de compadres".

"Nosso objetivo é garantir o primeiro lugar. Há vários resultados que nos servem, mas nunca diria à minha equipe que não entrasse em campo para vencer. Acredito que a Dinamarca também entrará para vencer. O empate beneficia os dois, mas quero que minha equipe entre no gramado sem espaço para dúvida e busque a vitória", declarou Deschamps em entrevista coletiva.

Apesar da promessa de buscar a vitória, o treinador francês vai economizar forças dando descanso a jogadores importantes, como o zagueiro Umtiti, o volante Tolisso, o meia Pogba e o atacante Mbappé. Com isso, Kimpembe, N'Zonzi e Lemar terão a chance de começar jogando pela primeira vez nesta Copa. Por outro lado, a espinha dorsal, formada por Varane, Kanté, Griezmann e Giroud provavelmente será mantida.

Há ainda um jogador em especial que precisa convencer Deschamps de que merece uma nova oportunidade. O jogador do Barcelona apareceu na formação inicial na estreia contra o Peru, mas foi discreto e perdeu a posição para Giroud.

Se há uma calmaria na França, entre os dinamarqueses, Hareide não quer relaxamento. O norueguês teme um revanchismo do adversário por ter declarado, ainda antes da Copa, que os 'Bleus' não estão entre os favoritos ao título. Temeroso, ele diz agora que sua fala anterior foi torada de contexto.

No âmbito esportivo, o técnico conta com quase todo o elenco. A exceção é mais uma vez o volante William Kvist, que se machucou na estreia e dará lugar a Schöne novamente. Outra troca pode ser a entrada de Braithwaite no ataque, na vaga de Poulsen.



Prováveis escalações:.

Dinamarca: Schmeichel; Dalsgaard, Christensen, Kjaer e Stryger Larsen; Schöne, Delaney e Eriksen; Sisto, Braithwaite (ou Cornelius) e Jörgensen. Técnico: Age Hareide.

França: Mandanda; Sidibé, Varane, Kimpembe e Hernández; Kanté, N'Zonzi e Lemar; Dembelé, Griezmann e Giroud. Técnico: Didier Deschamps.

Árbitro: Sandro meira Ricci auxiliado por Emerson de Carvalho e Marcelo van Gasse.

Estádio: Luzhniki, em Moscou.

Mais Esporte