Topo

Esporte

Técnico da Dinamarca se defende e diz que não fez críticas à França

25/06/2018 13h13

Moscou, 25 jun (EFE).- O técnico da Dinamarca, Age Hareide, se defendeu nesta segunda-feira e afirmou que comentários feitos sobre a seleção da França há algumas semanas foram tirados de contexto.

"Se você lê o artigo inteiro, eu fazia comparação com a equipe de 98, a melhor que eles já tiveram na história. Mas é fácil tirar frases de contexto", afirmou o técnico em entrevista coletiva.

França e Dinamarca se enfrentam nesta terça-feira pela última rodada do grupo C. Já classificada, a seleção comandada por Didier Deschamps deve poupar jogadores contra a Dinamarca, que com um empate garante a vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo.

Na matéria citada por Hareide, o técnico afirma que a França não era uma das favoritas ao título do Mundial. Ele também diz que os 'Bleues' são muito individualistas e não têm um líder como Zinedine Zidane. Paul Pogba, por sua vez, é criticado pelo treinador da Dinamarca porque se preocupa demais com sua aparência.

"A França tem muito talento individual na defesa e no ataque, algo que não é comparável a nenhuma seleção na Europa", afirmou o treinador hoje, tentando se redimir da crítica anterior.

Apesar de pregar respeito pelo rival, Hareide diz que a Dinamarca vai em busca da vitória no jogo. Os três pontos garantem não só a classificação de sua equipe, mas também a liderança do grupo.

"Sei que um ponto é suficiente, mas não é uma boa ideia ir buscar um ponto só. Se você coloca isso na cabeça dos jogadores, eles vão entrar mais passivos", indicou o técnico.

A vontade de vencer, no entanto, não fará Hareide colocar a equipe para a frente. Pelo contrário. O treinador promete reforçar a defesa diante dos franceses porque acredita que não pode dar espaço para os comandados de Deschamps.

"Será perigoso se perdemos a bola e houver muitos espaços. Não podemos ser tão ofensivos como contra o Peru e a Austrália", disse.

O técnico concluiu a entrevista mostrando confiança de que a Dinamarca voltará às oitavas de final da Copa do Mundo.

"Não fizemos o nosso melhor futebol, mas temos quatro pontos e estamos em boas condições", afirmou treinador português.

Mais Esporte