Topo

Esporte

Com suas "águias negras", Suíça precisa de empate com Costa Rica para avançar

26/06/2018 06h32

Nizhny Novgorod, 26 jun (EFE).- Segunda colocada do grupo E da Copa do Mundo, o mesmo do Brasil, a Suíça jogará por um empate com a já eliminada Costa Rica nesta quarta-feira, no estádio Nizhny Novgorod, para se classificar para as oitavas de final, e para isso contará com os polêmicos e até agora inspirados Granit Xhaka e Xherdan Shaqiri.

A equipe dirigida por Vladimir Petkovic soma quatro pontos e fica atrás do Brasil no saldo de gols. Adversária da pentacampeã mundial também nesta quarta, em Moscou, a Sérvia aparece em terceiro lugar, com três pontos, enquanto os costarriquenhos, quadrifinalistas em 2014, ainda não pontuaram.

Assim, os suíços passaram de fase se ao menos empatar, embora, se houver a igualdade, é garantido que ficarão com a segunda posição. Para serem líderes, precisarão vencer e ainda torcer por um tropeço da seleção brasileira ou então superar os comandados de Tite no saldo.

O moral da Suíça cresceu na última sexta com um triunfo de virada sobre a Sérvia, em um jogo com nuances políticas. Xhaka e Shaqiri fizeram um gol cada e, ao comemorarem, fizeram com as mãos o símbolo da águia negra de duas cabeças da bandeira da Albânia, algo que remete às guerras iugoslavas do começo da década de 1990.

A provocação poderia ter rendido aos atletas, ambos de origem albano-kosovar, uma suspensão por duas partidas e torná-los desfalques importantes, mas a Fifa definiu como punição o pagamento de multa de 10 mil francos suíços (R$ 38,25 mil) para cada.

Com os dois livres do gancho, Petkovic tem os 23 convocados à disposição e provavelmente repetirá o time titular das duas primeiras rodadas.

Na Costa Rica, já não há mais a motivação da busca pela classificação, mas a equipe quer tentar vencer e se despedir da Rússia com uma imagem positiva, quatro anos depois de ter sido a sensação da Copa no Brasil ao ir às quartas de final.

Os 'Ticos' estiveram perto de arrancar um empate com o Brasil na última sexta, o que teria evitado a eliminação precoce, mas sofreram dois gols nos minutos finais, de Philippe Coutinho e Neymar.

Comumemente, depois que uma seleção já está eliminada, o técnico dá chance a alguns reservas. Óscar Ramírez, porém, deverá repetir a escalação do revés contra Neymar, Philippe Coutinho e companhia.



Prováveis escalações:.

Suíça: Sommer; Lichtsteiner, Schär, Akanji e Ricardo Rodríguez; Xhaka, Behrami, Shaqiri, Dzemaili e Zuber; Seferovic. Técnico: Vladimir Petkovic.

Costa Rica: Navas; Gamboa, Acosta, González, Duarte e Oviedo; Venegas, Guzmán, Borges e Ruiz; Ureña. Técnico: Óscar Ramírez.

Árbitro: Clement Turpin (França), auxiliado pelos compatriotas Nicolas Danos e Cyril Gringore.

Estádio: Nizhny Novgorod, em Nizhny Novgorod.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte