Topo

Esporte

Imprensa argentina comemora "heroica" classificação para as oitavas de final

26/06/2018 19h30

Buenos Aires, 26 jun (EFE).- A suada classificação da Argentina para as oitavas de final da Copa do Mundo, após vencer a Nigéria por 2 a 1 nesta terça-feira e terminar na segunda posição do grupo D, foi classificada como "heroica" e "angustiante" pela imprensa do país, que vinha criticando as atuações do time ao longo do torneio.

"Heroico gol de Rojo a cinco minutos do fim dá a classificação à Argentina", intitulou o site do "La Nación" ao término da partida em São Petersburgo, com uma foto do zagueiro e Lionel Messi, autor do primeiro gol.

O "Olé" entrou no âmbito religioso e, com a mesma foto, descreveu o jogo como "Milagre argentino". De acordo com o jornal, o gol de Marcos Rojo fechou uma "impressionante vitória argentina". Para o portal "Infobae", a classificação foi "dramática".

"Argentina ganha da Nigéria com toda a angústia e consegue a classificação", expressou o "Clarín" após a partida.

A imprensa argentina criticou severamente o desempenho da equipe treinada por Jorge Sampaoli depois da derrota por 3 a 0 para a Croácia, na útima quinta-feira.

No entanto, a vitória de 2 a 0 da Nigéria sobre a Islândia no dia seguinte melhorou o panorama para a Argentina, que para passar de fase só precisaria ganhar da seleção africana e torcer para que a Islândia não vencesse a Croácia. No fim, argentinos e croatas venceram por 2 a 1 na última rodada.

"Quando se cheirava o fim de um ciclo e a partida se tornava uma ironia macabra para esta geração, quando tudo parecia perdido, Marcos Rojo mudou a história", analisou o "La Nación" na crônica da partida.

Classificada na segunda posição do grupo D, a Argentina terá como adversária na próxima fase a França, líder do grupo C. A partida será disputada no sábado, às 11h (horário de Brasília), em Kazan.

Mais Esporte